Facebook está impedindo anúncios da mídia estatal russa na sua plataforma
Créditos: Dima Solomin no Unsplash

Facebook está impedindo anúncios da mídia estatal russa na sua plataforma

Ação acontece após país anunciar que está restringindo o acesso da sua população na rede social

O Facebook anunciou que está bloqueando os meios de comunicação estatais russos de usar sua plataforma de publicidade ou usar outros recursos de monetização em sua plataforma devido à invasão da Ucrânia. Essa é mais uma resposta das ações militares comandadas por Vladimir Putin, com a rede social afirmando que poderá tomar novas medidas para “proteger as pessoas em nossa plataforma”.

26/02/2022 às 10:41
Notícia

Líder ucraniano pede que Apple bloqueie usuários russos da Ap...

Ministro da transformação digital do país acredita que isso fará parte da população ir às ruas protes...

A ação da rede social da Meta acontece pouco tempo depois do Roskomnadzor, órgão regulador de comunicação, ter restringido o acesso à plataforma para “proteger mídias locais”. Isso aconteceu porque o Facebook se recusou a parar de checar os fatos dos meios de comunicação estatais russos na plataforma.

Através de uma publicação no seu Twitter, Nathaniel Gleicher, Chefe de política de segurança do Facebook, afirmou que a rede social da Meta estará intensificando as suas restrições às publicações da mídia estatal. Proibindo o acesso desses portais a plataforma de publicidade e outros recursos de monetização, esses canais oficiais da Rússia não conseguiram mais realizar anúncios ou publicações pagas para alcançar um maior número possível de usuários.

Junto com essa ação, a plataforma também lançou recentemente o recurso de ‘bloqueio de perfil’ para os usuários presentes na Ucrânia, permitindo com isso que essas pessoas tenham acesso rapidamente a recursos adicionais de privacidade e segurança. Esse mesmo recurso já havia sido liberado para membros da rede social no Afeganistão após a retirada das tropas dos Estados Unidos do país.

Também foi formado pelo Facebook um “Centro de Operações Especiais” que fará o trabalho de rastrear como a invasão do exército russo na Ucrânia está sendo retratada e comentada na plataforma.

Ações como essas feitas pela rede social da Meta também foram feitas por outras redes sociais, como o Twitter, que na sexta-feira (25) suspendeu qualquer tipo de publicidade na Ucrânia e na Rússia, ajudando informações sobre a guerra a chegar nos usuários e ajudar a proteger contra a desinformação.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Engadget, Nathaniel Gleicher
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.