Pai tenta cortar internet dos filhos e deixa cidade inteira sem conexão
Créditos: Unsplash

Pai tenta cortar internet dos filhos e deixa cidade inteira sem conexão

Agência Nacional de Frequências descobriu que pai utilizava um jammer comprado na internet

Situações inusitadas acontecem a todo momento graças a tecnologia, mas desta vez foi longe demais. A Agência Nacional de Frequências da França (ANFR) revelou uma situação completamente absurda em Messanges, comuna francesa. Um pai que usou um bloqueador de sinal para controlar o uso da internet de seus filhos e conseguiu acabar com a conectividade de uma cidade inteira por engano.

17/02/2022 às 21:10
Notícia

Operadoras normalizam sinal de internet em Petrópolis e Claro...

Claro, Vivo e Tim estão trabalhando para manter a cidade com conexões estáveis, ajudando na comunicação

De acordo com a ANFR, a operadora de telefonia móvel reclamou de uma interferência que afetou os serviços de telefonia e internet em todas as bandas de frequência móvel na cidade. Mas, um detalhe chamou atenção da companhia: os serviços eram cortados constantemente entre meia-noite e 3h da madrugada.

Enquanto os moradores dormiam, um membro local da ANFR começou a caminhar pelas ruas para investigar. O equipamento de detecção de sinal o levou a uma casa em uma cidade próxima perto da costa. Mas, por ser de madrugada, não pode contar com apoio da polícia para fazer a intervenção.

No dia seguinte, o investigador voltou a casa, desta vez com força policial. O proprietário da casa reconheceu estar de fato usando um bloqueador comprado na internet. O dispositivo em questão até se mostrou um jammer de várias bandas, capaz de neutralizar tanto a telefonia móvel quanto o Wi-Fi.

Restava apenas um mistério a ser resolvido: por que este dispositivo só funcionava à noite, entre meia-noite e 3h da manhã? A explicação foi desconcertantemente simples: o jammer foi instalado pelo pai da família para proibir seus adolescentes de acessar a internet com seu smartphone em vez de dormir.

O pai explicou que o vício dos filhos em redes sociais e outros aplicativos aumentou durante a pandemia causada pela Covid-19. Então, após consultar fóruns na internet, o pai achou mais julgou que um jammer era a melhor solução para acabar com esses excessos.

Apesar da boa intenção, o pai cometeu um crime. O jammer não só bloqueou a internet de seus filhos, mas também conseguiu destruir a conectividade para outros moradores e a cidade vizinha.

Continua após a publicidade

17/02/2022 às 18:04
Notícia

Drone usa sinal de celular para achar sobreviventes e pode tr...

Em Avalanches, deslizamentos e desabamentos, o Drone pode ser a diferença entre a vida e a morte

O uso de um bloqueador não é legal na França e, como resultado, o homem pode enfrentar processos na justiça. As punições vão de multa de $30 mil euros e até mesmo uma pena de prisão de até seis meses. O oficial da ANFR, exigiu o desligamento do aparelho e explicou ao proprietário o marco regulatório.

Por fim, a ANFR elaborou um relatório do delito que enviou ao Ministério Público local, solicitando a entrega do equipamento à polícia ou sua apreensão. O Ministério Público acatou o pedido e solicitou que o acusado fosse convocado e entregasse seu bloqueador.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: ANFR Fonte: ZDNet
User img

Cristino Melo

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.