Fim da linha: Compra de Arm pela NVIDIA é cancelada
Créditos: Imagem/ Divulgação NVIDIA e Arm

Fim da linha: Compra de Arm pela NVIDIA é cancelada

Negócio entre as empresas custaria US$ 40 bilhões, mas teve problemas de regulamentação

A aquisição da Arm pela NVIDIA foi cancelada. O negócio entre as empresas havia sido anunciado em setembro de 2020 e estava avaliado em US$ 40 bilhões. Mas, depois de diversas dificuldades em regularizar o movimento, a transação fracassou. A informação vem de um relatório trimestral de SoftBank, atual proprietário da Arm, e foi inicialmente divulgada pelo Financial Times

07/02/2022 às 17:20
Notícia

Qualcomm tem receita recorde com alta demanda pelos chips Sna...

Lucros líquidos chegaram a US$ 3,4 bi no último trimestre de 2021. Receita cresceu 30% no comparativo...

Ambas as empresas já confirmaram a rescisão do negócio e, em nota oficial, a NVIDIA aponta os "desafios regulatórios significativos que impedem a consumação da transação, apesar dos esforços de boa fé das partes", como responsável pelo cancelamento da compra. 

A afirmação é uma clara menção às diversas barreiras impostas por órgãos de regulamentação da Europa, Reino Unido e Estados Unidos, que apontavam um conflito de interesses na transação. Sendo a Arm uma das maiores fornecedoras de tecnologia para processadores, a aquisição e consequente controle da Arm poderia dar à NVIDIA uma vantagem neste segmento da indústria. 

Logo no anúncio da compra, em 13 de setembro de 2020, as empresas afirmaram que a Arm ainda manteria seu modelo de licenciamento aberto e neutralidade com os clientes existentes, mas, sem garantias de que isso seria executado, o negócio não se concretizou. 

 

Mudança de modelo de negócio da Arm

Dentro da nota oficial das empresas, o SoftBank Group Corp (SBG), revelou que agora iniciará os preparativos para uma oferta pública inicial de ações (IPO) da Arm no ano fiscal, que se encerra em 31 de março de 2023. 

Pelos termos do acordo anteriormente anunciado, o SBG manterá US$ 1,25 bilhão que já havia sido pago pela NVIDIA pelo fim do negócio. Segundo o SoftBank, o valor será registrado como lucro no quarto trimestre, e a NVIDIA manterá sua licença Arm de 20 anos.

Saída de CEO na Arm 

Depois do fracasso do negócio com a NVIDIA e futura entrada em oferta pública inicial de ações, Simon Segars, CEO da Arm, deixará o cargo. Segundo o que foi relatado pelo TechCrunchRene Haas, presidente do grupo de IP da Arm, assumirá o posto deixado por Segars, que se aposentará. 

06/02/2022 às 10:44
Vídeo

Testes com drone Mavic 3 seguindo! (+ Air 2S e EVO II Pro)

Testamos os modos ActiveTrack, Point of Interest e Spotlight em vários cenários

“Ele decidiu que, nesta fase de sua carreira, o tempo e a energia necessários para abrir o capital da empresa e tudo ao seu redor não era algo que ele queria assinar”, afirmou Haas sobre a saída de Simon Segars. “Então ele vai se aposentar. Eu vou assumir o lugar dele”

Continua após a publicidade

 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: The Verge, Techcrunch, NVIDIA e Arm
User img

Andre Bassani

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.