Companhias petrolíferas da Europa estão sofrendo ciberataques
Créditos: Divulgação/Oiltanking

Companhias petrolíferas da Europa estão sofrendo ciberataques

Ataques à terminais acontece em meio a crise entre Rússia e Ocidente

Companhias do segmento de armazenamento e logística de transporte de petróleo da Euorpa foram (e estão sendo) vítimas de ciberataques nesta semana. A Oiltanking, da Alemanha, SEA-Invest, da Bélgica, e EVOS, da Holanda, tiveram problemas em seus sistemas de informática, afetando um total de 12 terminais de armazenamento e transporte de óleo ao redor do mundo. Os ataques, iniciados no fim de semana, acontecem em meio ao risco de invasão à Ucrânia pelas forças armadas russas.

17/01/2022 às 16:31
Notícia

NordVPN divulga levantamento sobre os maiores ataques ciberné...

Empresa de cibersegurança realizou um levantamento dos maiores ataques cibernéticos do ano passado no...

Sistemas caíram ou apresentaram problemas

De acordo com a BBC, que foi a primeira a relatar o caso, os sistemas de informação de todas as três empresas ficaram fora do ar ou foram interrompidos. Aparentemente, o ataque mais grave aconteceu na SEA-Invest, que foi ataque em todos os seus portos de armazenamento e transporte de petróleo. Seu maior terminal fica no seu país natal, na cidade de Antuérpia. Entretanto, o ataque também afetou os terminais que a empresa possui no continente africano.


SEA-Tank Terminal, maior porto de armazenamento de petróleo e logística da belga SEA-Invest. Fonte: Reprodução/LinkedIn.

Promotores da Bélgica estão investigando o ciberataque contra a empresa. Uma porta-voz da SEA-Invest disse que as investigações ainda não determinaram se há uma conexão entre os três ataques hackers. Um representante da EVOS informou que os ataques aos terminais causou atrasos na operação. Já Oiltanking informou que teve que operar com capacidade limitada e também está investigando o incidente.

Ciberataques em momento de tensão na Europa

 

Especialistas em cibersegurança disse que é cedo para concluir qualquer relação entre os ataques às empresas europeias e a tensão entre Rússia e Ucrânia. Essa possibilidade acaba surgindo pelo fato da Europa ser muito dependente do gás russo para a sua energia. Afetando o transporte de petróleo no oeste europeu e contra-atacar as possíveis sanções diminuindo a importação de gás para os vizinhos seria uma estratégia do governo Russo para se defender das medidas políticas. Uma outra explicação seria que as empresas utilizam o mesmo software para suas operações e ele teria sido atacado por hackers, que por consequência invadiram todas as empresas.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: BBC
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.