Google voltando aos tablets? Empresa está contratando engenheiro para sua divisão
Créditos: Divulgação/Google

Google voltando aos tablets? Empresa está contratando engenheiro para sua divisão

Último dispositivo da empresa foi o Google Slate, descontinuado em janeiro de 2021

Atenção! Se você busca um cargo de gerente sênior de engenharia e tem experiência em desenvolvimento de eletrônicos e tablets Android, o Google pode ser sua próxima casa... Mas vamos lá, a notícia na verdade não é a vaga de emprego, mas o que está nas entrelinhas do cargo. Esse anúncio é um sinal que o Google está retornando ao mercado de tablets.

28/01/2022 às 17:49
Notícia

WhatsApp no iPad? CEO do app ama a ideia e sugere pode acontecer

Versão do aplicativo para o tablet da Apple é um dos maiores pedidos dos usuários

O futuro da computação são tablets poderosos

Quem disse isso acima não foi quem vos escreve, mas sim o Google na descrição da vaga. "Nós acreditamos que o futuro da computação está migrando para tablets mais poderosos e capazes", diz o segundo parágrafo da seção "sobre o trabalho". 

Google já teve dois tablets em seu portfólio. O primeiro foi o Pixel C, lançado em 2015 para mostrar as capacidades do sistema operacional (SO) Android em tablets. Em 2018, foi a vez da gigante de Mountain View lançar o Pixel Slate. O primeiro tablet foi descontinuado em dezembro 2017, enquanto o segundo viu o seu fim em janeiro do ano passado. O Slate abandonou o Android para usar o Chrome OS. A decisão pareceu mais acertada, até pelo fato de que o novo sistema operacional é mais amigável para o formato de tablet: ele se encaixa no meio termo entre smartphone e notebook, sendo uma melhor opção até mesmo nos Chromebookpara quem busca uma opção barata e mais focada em navegar online.

Mesmo com o resultado "ok" do Slate, ele foi descontinuado junto com dois modelos que ainda estavam em desenvolvimento. Além de "entregar o que é possível hoje enquanto mira no que será possível no futuro", outro parágrafo da descrição da vaga diz que o Google está buscando melhorar o suporte do Android em todas as plataformas. Pode ser que a vaga seja, em um primeiro momento, para aprimorar o Android nos tablets que rivalizam com o iPad. Mas de fato as chances para o Google se dar bem com seu próprio tablet são melhores agora.

Faca e queijo na mão, ou melhor: OS e SoC na mão

No ano passado o Google lançou sua nova linha dos seus smartphones Pixel. A grande novidade foi o SoC Google Tensor, fabricado pela própria empresa. O Tensor foi elogiado como um dos pontos positivos dos Pixel 6 e Pixel 6 Pro. Também há rumores que o Google já está trabalhando na segunda geração do chip. Com um SO apropriado para o tablet (como foi o Slate com o Chrome OS) e uma evolução do Tensor para o dispositivo, a empresa tem as condições de voltar ao mercado com um produto respeitado. A Apple não se preocuparia, visto a experiência no segmento, mas a Samsung teria que ficar esperta.

Continua após a publicidade

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Android Authority Fonte: 9to5 Google
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.