Último trimestre de 2021 foi de recordes para a Apple: R$ 671 bilhões de faturamento
Créditos: Laurenz Heymann no Unsplash

Último trimestre de 2021 foi de recordes para a Apple: R$ 671 bilhões de faturamento

Empresa conseguiu aumentar suas vendas mesmo com problemas causados pela escassez mundial de chips

Com o começo de um novo ano as gigantes da tecnologia começam a divulgar seus balanços financeiros, após a Samsung e Microsoft mostrarem seus relatórios, agora é a vez da Apple de mostrar os seus números. A gigante de Cupertino tem diversos motivos para comemorar, isso porque a empresa teve um primeiro trimestre de 2022, que na verdade começou em setembro de 2021, extremamente forte, apresentando incríveis números de vendas no graças as festas de final de ano.

Receitas e lucro

27/01/2022 às 14:52
Notícia

Turista francês detido em 2020 por tirar fotos com drone foi ...

Benjamin Brière, de 36 anos foi acusado de espionagem e família pede apoio do governo francês

Nos primeiros três meses do seu ano fiscal de 2022 a fabricante dos iPhone conseguiu entregar uma receita recorde de US$ 123,9 bilhões, R$ 671 bilhões em conversão direta, impulsionado principalmente pelas vendas de dispositivos durante as festas de final de ano. Esse é um aumento de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior, onde a empresa teve uma receita de US$ 111,44 bilhões.

Esses números apresentados pela Apple foram acima da expectativa de Wall Street, que acreditava que a empresa apresentaria uma receita de US$ 118 bilhões e um lucro por ações de US$ 1,89. O lucro que os acionistas da empresa irão receber por ação após esse trimestre bastante alto será de US$ 2,10.


Créditos: Divulgação Apple

iPhone segue como o principal dispositivo da empresa

Apesar de ter um início não muito surpreendente, tendo um início de vendas abaixo do esperado pelos acionistas, a série iPhone 13 teve um impulso nas suas vendas nos final do ano passado. Os smartphones da empresa se tornaram um verdadeiro sucesso mundial e, sozinhos, foram responsáveis por US$ 71,6 bilhões das receitas da fabricante.

Os celulares obtiveram um sucesso de venda tão grande para a empresa que conseguiram por a Apple como a marca que mais vende smartphones na China, posição que ela não alcança desde o final de 2015.

Mac em alta e iPad sofrendo com fim do home office

O ano passado foi importantíssimo para os computadores da Apple, com ela atualizando o hardware dos seus dispositivos para os novos chipsets Apple Silicon. Os desempenhos impressionantes do SoC da empresa chamou bastante a atenção dos consumidores, que compraram bastantes modelos de Macs de nova geração, gerando uma receita de US$ 10,8 bilhões no primeiro trimestre do ano fiscal de 2022 da empresa. Esse é um aumento considerável em relação aos US$ 8,68 bilhões apresentados pela empresa no mesmo período do ano anterior.

Continua após a publicidade

Devido a pandemia, em 2020 diversos consumidores foram obrigados a comprar dispositivos para trabalhar e estudar em casa, com isso os iPads foram bastante procurados. Mas com o começo da vacinação e o fim do home office, os tablets da empresa começaram a sentir uma queda no número de vendas, diminuindo sua receita de US$ 8,48 bilhões para US$ 7,2 bilhões.

Serviços e vestíveis

27/01/2022 às 19:00
Notícia

Será que você tem dinheiro esquecido no banco? Como saber se ...

Serviço do Banco Central te auxilia a encontrar e receber valores "perdidos"

Os serviços fornecidos pela Apple, como a Apple TV, também apresentaram um aumento no trimestre, alcançando uma receita total de US$ 19,5 bilhões. A divisão de aparelhos vestíveis, de casa e acessórios também apresentou um aumento na sua receita, gerando US$ 14,7 bilhões para a gigante de Cupertino.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: BGR, PhoneArena
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.