Será que você tem dinheiro esquecido no banco? Como saber se você tem valores a receber
Créditos: Banco de imagens (Pixabay)

Será que você tem dinheiro esquecido no banco? Como saber se você tem valores a receber

Serviço do Banco Central te auxilia a encontrar e receber valores "perdidos"

De acordo com um levantamento realizado pelo Banco Central em junho de 2021, os brasileiros têm cerca de R$ 8 bilhões retidos em bancos no país. São valores referentes a saldos de contas encerradas, tarifas ou cobranças que foram efetuadas de forma indevida, que os clientes podem receber dessas instituições financeiras.

Para auxiliar nesta operação, o Banco Central disponibilizou um serviço que permitirá verificar se existe algum valor a receber desses bancos

Quais valores podem ser resgatados?

O serviço disponibilizado pelo Banco Central se chama Sistema de Informações de Valores a Receber (SVR). Acessando o site do BC, pessoa física ou jurídica, conseguem consultar quais valores podem ser resgatados. 

Confira abaixo quais situações os valores podem estar retidos e podem ser resgatados:

  • Contas de depósito encerradas com saldo disponível; 
  • Recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados;
  • Contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível; 
  • Contas de registro mantidas por corretoras e de títulos e valores mobiliários encerradas com saldo disponível; 
  • Tarifas cobradas de forma indevida; 
  • Parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente;
  • Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de ex-participantes de cooperativas de crédito;
  • Entre outras operações que a instituição financeira pode reconhecer como passíveis de devolução.

 

Passo a passo para receber o seu dinheiro de volta

Caso você se encaixe numa das situações citadas acima ou ache que pode haver algum valor a receber, basta seguir o nosso passo a passo para realizar a consulta:

  • Acesse a página do Banco Central, com seu CPF em mãos.
  • Depois, ainda dentro da página, acesse Minha Vida Financeira e clique na subseção Valores a Receber, vá até o final da página, onde achará a Consulta ao Relatório Valores a Receber.
  • No campo designado, insira o número do seu CPF, e aperte Iniciar Consulta. O sistema irá lhe mostrar o que há referente a seu nome; não apenas no banco onde você tem conta atualmente, mas em todos os outros também. Com essa consulta você irá saber se tem ou não algum valor para receber.
  • Caso haja algum valor a ser resgatado, ainda dentro do site, você deverá acessar o Registrato e fazer login.
  • Logado no Registrato, duas imagens poderão aparecer: Solicitar por Aqui e Solicitar via Instituição.
  • Em Solicitar por aqui, o banco aderiu aos termos do BC, no qual a devolução do valor é realizada via PIX em até 12 dias úteis. Caso você não tenha PIX, é só informar seus dados pessoais para que o banco entre em contato.
  • Em Solicitar via instituição, o banco não aderiu aos termos do BC e você deverá entrar em contato com a instituição financeira.

Caso você não receba o valor dentro do prazo estipulado de 12 dias úteis, é possível abrir uma reclamação através da própria plataforma ou entrar em contato com o banco em questão.

O único problema é que o serviço se encontra fora do ar no momento. Devido a alta demanda de acessos - ocasionados pelo lançamento do SVR - o site do Banco Central ficou instável, prejudicando a navegação nele. Isso aconteceu na noite da última segunda (24/01) e o serviço permanece fora do ar, sem previsão de retorno.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Banco Central
User img

Eddy Venino

Escreve sobre games, filmes, séries e tecnologia desde 2017. Já teve diversos projetos na área, entre sites especializados e podcast. Ama cultura POP e se der corda vai conversar sobre assunto por horas a fio, indo de Dragon Ball a literatura clássica. Idealizador do coletivo NOIZ; hoje tenta tornar o entretenimento um local mais receptivo para que todos possam curtir seu lado geek/nerd.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.