Criador do aplicativo iBeer ganhou US$ 20.000 por dia
Créditos: Reprodução/Hottrix

Criador do aplicativo iBeer ganhou US$ 20.000 por dia

App foi um dos primeiros "sucessos" do iPhone

A primeira memória que eu tenho de um iPhone (tirando claro as notícias sobre o novo smartphone) é de uma prima mostrando o aplicativo iBeer. Ela recém tinha voltado de um tempo morando fora e comprou o dispositivo lá fora. Para mim, a possibilidade de usar aplicativos engraçados como o iBeer (eu devia ter uns 14 anos na época) era a coisa mais sensacional do "futuro dos celulares". Para o criador do app, o iBeer foi um gole de dinheiro na conta.

25/01/2022 às 16:20
Notícia

Apple lança concurso que irá escolher as melhores fotos macro...

Empresa fará uma exibição com as 10 votos vencedoras

Quando o iPhone era mato e não existia App Store

App Store só foi lançada em 2008, um ano depois do iPhone. Então como as pessoas baixavam os apps? Ué, não baixavam! Exceto com jailbreak, claro. Steve Sheraton, na época um mágico que morava no sofá de amigos, publicou um vídeo "bebendo" cerveja pelo iPhone. O truque era feito por um vídeo que ele vendia (por 2,99 dólares) para os colegas de profissão. A mágica precisava ser sincronizada com o vídeo para dar o efeito de ter "bebido" a cerveja. Veja o vídeo que mudou a vida do mágico.

Com o sucesso do vídeo e a App Store "em gestação", Sheraton foi chamado por Steve Jobs para produzir um aplicativo do iBeer para iPhone. O app foi um dos originais da App Store e era vendido pelos mesmo US$ 2,99 do vídeo. O mágico montou a empresa Hottrix para desenvolver o iBeer, que na sua primeira versão permitia escolher a "marca" da cerveja. Em entrevista para o Mel Magazine, Sheraton contou que chegou a faturar 20 mil dólares por dia no ápice do aplicativo. Hoje ele mora em uma fazenda na Espanha com sua família e cria apps para mágicos.

Acelerômetro do iPhone deu "vida" ao app

 

Um dos motivos do app ter feito tanto sucesso é que ele utilizou o acelerômetro do iPhone, uma das novidades que a Apple apresentou aos smartphones e está presente em todos os dispositivos de hoje. Com essa funcionalidade, a cerveja virtual ganhava "física": você "entornava" o iPhone e o líquido era bebido. Balançava o celular e criava espuma. Claro que existem programas bem mais úteis para mostrar como um acelerômetro é importante em um smartphone, mas é curioso como um app de brincadeira foi um dos mais populares nos primórdios de um celular revolucionário como o iPhone.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: The Verge Fonte: Mel Magazine
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.