Disney cria setor focado em produções internacionais para o seu streaming
Créditos: Divulgação/Disney

Disney cria setor focado em produções internacionais para o seu streaming

Setor funcionará como hub para as produções próprias da Disney em outros países

Disney não para de investir pesado no seu serviço de streaming, o Disney + (leia Plus). Depois de algumas medidas, como retirar a estreia de "Red - Crescer é Uma Fera" dos cinemas por causa do crescimento da variante ômicron e deixá-lo exclusivo para o streaming (nos países com Disney +) e reformular os seus canais de TV por assinatura aqui no Brasil, agora a a empresa do Mickey vai estruturar o segmento de produções internacionais do Plus.

18/01/2022 às 12:05
Notícia

Veja o primeiro trailer de Cavaleiro da Lua, nova série da Ma...

O personagem das histórias em quadrinhos da Marvel estreará no streaming em 30 de março

Veterana da empresa será diretora de "hub" do streaming

Para liderar o projeto, a Disney escolheu Rebbeca Campbell, prata da casa que entrou na empresa em 1997. Ela era presidente da Disney EMEA (Europa, Oriente Médio e África) e teve o mesmo cargo aa ABC Owned Television, responsável pelas estações de TV da ABC, de 2010 até 2017. Agora a veterana será diretora de Conteúdo e Operações Internacionais dos streamings da Disney. Esse novo setor da empresa do Mickey atuará em duas frentes: conteúdos próprios para o Disney Plus nos Estados Unidos e supervisão dos produções internacionais exclusivas do streaming. A ideia é que a nova diretoria da empresa atue como um hub, uma central, dos conteúdos exclusivos ao redor do mundo. Campbell responderá diretamente ao CEO da Disney, Bob Chapek.

Entre as novidades apresentada nos seus planos está em dobrar o número de países atendidos pelo Disney + (assim fica mais fácil jogar os filmes direto para o streaming, sem depender dos cinemas). Atualmente, a empresa diz que possui mais de 179 milhões de inscritos nos seus serviços de streamings, contando também o ESPN + e Hulu (sem disponibilidade no Brasil).

Disney+ vem com tudo e as outras que se cuidem

 

Disnenão está brincando em serviço quando se trata de streaming. Essa semana foi lançada a reformulação dos canais da empresa na TV por assinatura. Entre os canais eliminados estão Disney XD, Disney Junior, Nat Geo Kids (esses três voltados para o público infantil), FXM e Nat Geo Wild. O Star Life (antigo Fox Life) se transformará em Cinecanal a partir do fim de março. Já o Fox Sports virou o ESPN 4.ESPN Brasil agora será o ESPN. O ESPN, que transmite esportes internacionais e principalmente os esportes americanos, será a ESPN 2. A antiga ESPN 2 será a ESPN 3.

Além disso, a ideia de expandir para mais países não é só uma questão de vender mais assinatura, mas também de depender menos dos cinemas em tempos (ainda) de pandemia. "Red - Crescer é Uma Fera" será lançado no streaming em países que contam com o Disney +. Assim, a empresa não perderá tempo com um filme já pronto que não estará gerando receita no cinema

Continua após a publicidade

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Tech Crunch
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.