Núcleo da Terra estaria esfriando mais rápido do que o esperado
Créditos: BBC News/Reprodução

Núcleo da Terra estaria esfriando mais rápido do que o esperado

Estudo aponta que processo natural deve acontecer mais rápido do que o imaginado

Pesquisadores da Instituição de Carnegie, em Washington, nos Estados Unidos, publicaram artigo cientifico, que aponta um fluxo térmico maior do que o antecipado no núcleo da Terra. Os resultados encontrados sugerem que o processo natural de esfriamento do núcleo está acontecendo mais rápido do que o esperado.

O professor Motohiko Murakami, e sua equipe, criaram um sistema de medição de absorção óptica em diamante aquecido com laser pulsante para simular o ambiente entre a parte interior do manto e o exterior do núcleo. Os movimentos do núcleo da Terra e o consequente fluxo térmico de energia promove um esfriamento natural, já esperado. O que o estudo aponta é que tal esfriamento deve acontecer 1,5 vez mais rápido do que o que era teorizado anteriormente.

18/01/2022 às 14:10
Notícia

Pesquisadores dizem que Terra deve aquecer até 4°C nos próxim...

Todos os riscos associados ao aquecimento global irão aumentar em gravidade

A camada mais externa do núcleo e interna do manto é formado por um minério conhecido por "bridgmanita" (perovskita de silicato de magnésio é seu nome científico). Porém, analisar sua condutividade térmica é complicado, devido a sua profundidade. O que os pesquisadores de Carnegie fizeram foi simular a camada em ambiente laboratorial. Segundo Murakami, a pesquisa apontou para uma capacidade de condução térmica da bridgmanita 1,5 vez mais rápido do que o esperado.

Na imagem abaixo, você vê uma captura de como o processo foi realizado. Utilizando o diamante para simular as camadas, o laser foi direcionado ao centro para criar um ambiente de alta pressão e temperatura.

O esfriamento é natural?

O fluxo térmico do núcleo realiza o transporte de calor do interior da Terra - através do processo de convecção mantélica - para o exterior. O processo é natural e influencia nos movimentos das placas tectônicas.

Porém, o que o estudo indica é que o esfriamento da Terra pode estar acontecendo mais rápido do que imaginamos, alterando os movimentos tectônicos. Segundo Murakami os resultados do estudo oferecem uma nova perspectiva na evolução das dinâmicas da Terra "Os resultados sugerem que a Terra, assim como outros planetas rochosos, está esfriando e se tornando menos ativa de forma bem mais acelerada". 

É importante ressaltar que o esfriamento do núcleo é natural e deve demorar milhões de anos para alterar significativamente a dinâmica do planeta. Além disso, o estudo não traça qualquer relação com a temática do aquecimento global.

Continua após a publicidade

Você pode conferir o estudo na íntegra clicando aqui

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Earth and Planetary Science Letters Fonte: Schitechdaily
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC e Escritor. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Autor do livro Histórias de Amor Talvez Estranhas.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.