Airbus A321 decola atrasado e passa de 1200Km/h para chegar uma hora adiantado

Fortes ventos ajudaram avião atingir a alta velocidade de voo em relação ao solo, mas isso não significa que ele quebrou a barreira do som

Airbus A321 decola atrasado e passa de 1200Km/h para chegar uma hora adiantado
Créditos: Alan Wilson/Reprodução

No dia 27 de dezembro de 2021, o Airbus A321 decolou do aeroporto com meia hora de atraso. Ao que tudo indicava, os passageiros também chegariam atrasados em seu destino, porém fortes ventos de cauda fizeram o Airbus atingir 1200km/h de velocidade de voo em relação ao solo e chegar uma hora adiantado no seu destino final.

O avião estava com voo programado para 13h45, mas decolou às 14h15 de Los Angeles para Boston. A longa viagem cruza todo o território americano, partindo da costa oeste até a costa leste. O horário padrão do trajeto é calculado para ser encerrado ás 22h13. Entretanto, devido a alta velocidade atingida durante a rota, mesmo com o atraso na decolagem o Airbus A321 aterrissou em Boston às 21h17, no horário local.

Mesmo a 1200km/h isso não significa que Airbus quebrou barreira do som.

O Airbus A321 percorreu o território americano a 660 nós (cerca de 1222km/h), por isso talvez você esteja se perguntando: "Mas então o avião quebrou a barreira do som?". A resposta é não, mesmo que a elevada altitude do avião crie condições para a barreira do som ser quebrada abaixo dos 1200km/h, a velocidade do Airbus é medida em relação ao solo. O que leva em consideração os movimentos da Terra. Além disso, a velocidade padrão para o modelo é cerca de 800km/h, e foram os fortes ventos de cauda que ajudaram a impulsionar o Airbus.

Na imagem acima, divulgada pelo aeroporto, podemos ver o voo NJ49B com destino a Boston durante seu trajeto. Na porção inferior da foto, em verde, podemos conferir a velocidade que se encontrava o Airbus A321: 662 nós. 

Avião não teria suportado quebrar a barreira do som

Caso o Airbus A321 houvesse, de fato, quebrado a barreira do som essa notícia provavelmente não seria um fato curioso, e sim uma tragédia. Afinal, a fuselagem do avião não é preparada para resistir ao enorme atrito causado pela quebra da barreira do som, criando a possibilidade de um grande acidente.

De qualquer forma, o fato curioso mostra como os ventos em altas atitudes podem auxiliar no voo de um objeto tão grande quanto um Airbus, que possui cerca de 70 metros e pode carregar mais de 500 toneladas. Se os ventos ajudaram no trajeto da costa oeste para a leste, um voo no sentido contrário provavelmente enfrentaria fortes turbulências e não seria nada agradável.

Fonte: Aeroin

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.