Disney vai trazer o Metaverso aos visitantes de seus parques
Créditos: Divulgação/Disney

Disney vai trazer o Metaverso aos visitantes de seus parques

Nova tecnologia da empresa promete quebrar barreiras entre o real e o mundo virtual

Uma das principais empresas apoiadoras da criação do Metaverso, a Disney registrou uma patente que promete trazer novas experiências para seus parques temáticos. Aprovado no dia 28 de dezembro de 2021, o registro descreve uma tecnologia capaz de analisar a posição dos visitantes e, a partir disso, exibir elementos 3D interativos para eles.

A novidade também é descrita como algo capaz de funcionar sem o auxílio de um headset de realidade virtual ou de um dispositivo de realidade aumentada. A intenção da companhia é oferecer um “simulador de mundos virtuais em ambientes reais”, quebrando as barreiras entre os dois universos.

Foto: Divulgação/Disney

Essa deve ser somente uma entre várias iniciativas da Disney na exploração do Metaverso. Em novembro do ano passado, o CEO Bob Chapek afirmou que a organização está se preparando para unir elementos reais e virtuais de forma cada vez mais próxima com a intenção de produzir suas próprias histórias interativas.

Metaverso a partir do smartphone

Segundo os documentos preenchidos pela Disney, a nova tecnologia usada em seus parques deve trabalhar junto a aplicativos de smartphones para funcionar. A empresa não deve ser a única a investir em soluções do tipo no segmento de parques: o CSO da MGM Resorts, Tilak Mandadi, também aposta na combinação de digital e real como uma tendência a ser perseguida.

Foto: Divulgação/Disney

Conforme olhamos para o futuro, as experiências conectadas de parques que transcendem a barreira entre físico e digital e destravam novas camadas para contar histórias são um foco muito animador para nós”, escreveu Mandadi em 2020 em sua conta no LinkedIn. Ele descreve as experiências como algo ao mesmo tempo único e conectado, com características que mudam constantemente para preservar a sensação de descoberta.

Ao Los Angeles Times, a Disney afirmou que atualmente não tem planos para colocar em prática a tecnologia descrita em sua patente. No entanto, a companhia deve continuar investindo em novas tendências para fortalecer sua presença no segmento de parques temáticos que, em 2021, gerou quase US$ 17 bilhões em receitas, mesmo com as restrições globais impostas pela pandemia do COVID-19.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Coin Telegraph, Los Angeles Times
User img

Felipe Gugelmin

Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

O novo império da Microsoft após a compra da Activision Blizzard

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.