China afirma que sua estação espacial evitou duas colisões com satélites Starlink
Créditos: Divulgação China Manned Space Agency

China afirma que sua estação espacial evitou duas colisões com satélites Starlink

Problemas com empresas privadas devem se tornar mais comum na órbita terrestre

O plano da SpaceX com a Starlink é fazer uma rede de satélites que ficam em torno da terra e levam internet para todo o mundo, entretanto para isso a empresa tem que por uma grande quantidade de aparelhos em órbita. Essa superpopulação pode acabar criando um problema como aconteceu com a estação espacial chinesa, que teve que desviar de dois satélites da empresa de Elon Musk em 2021.

29/12/2021 às 15:05
Notícia

Empresa sofre ataque através de senha salva no PC doméstico d...

Computador infectado na casa de funcionário roubou as credenciais que estavam registradas no navegador

Segundo o que foi relatado pelo portal CNET, a China fez uma reclamação formal junto às Nações Unidas sobre o ocorrido, avisando que a estação Tiangong teve que realizar manobras evasivas para evitar diminuir as chances de uma colisão. O país asiático informou também que o acidente quase aconteceu nos dias 1º de julho e 21 de outubro.

Curiosamente, essas quase colisões foram identificadas e informadas pelo astrônomo Jonathan McDowell através do seu Twitter na época. A China também informou que os satélites da Starlink não são sempre fáceis de rastrear, isso porque em outubro eles estavam realizando uma manobra que tornava bastante difícil prever qual seria o seu caminho orbital.

Em uma clara indireta aos Estados Unidos, o país asiático pediu que o Secretário-Geral da ONU lembrasse aos países que todos os que fazem parte do Tratado do Espaço Sideral são os responsáveis por incidentes fora da Terra, mesmo os causados por empresas privadas. A China pediu que fosse tomada uma ação por causa desse acontecimento.

“Para garantir a segurança e a vida de astronautas em órbita, a Estação Espacial China realizou uma manobra evasiva novamente no mesmo dia para evitar uma colisão potencial entre as duas espaçonaves.”
- Afirmou a China na sua nota diplomática.

Continua após a publicidade

29/12/2021 às 10:20
Notícia

Linha Xiaomi Redmi Note 11 é anunciada oficialmente com impor...

A nova família chega em três variantes diferentes

Vale lembrar que o espaço conta com diversos destroços que são possíveis ameaças para naves e satélites atualmente, com um deles sendo de um míssil antissatélite chinês que foi testado em 2007 e chegou a ser uma ameaça para a Estação Espacial Internacional. Mas a China sugere que a privatização do espaço está criando um problema, isso porque a tanto a SpaceX, como a Amazon e outras empresas estão enviando grandes quantidades de satélites para a órbita da Terra, tornando mais comum essesquase acidentes”.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Jonathan McDowell, Engadget, CNET
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

O novo império da Microsoft após a compra da Activision Blizzard

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.