Moderadora processa o TikTok por trauma mental causado por vídeos explícitos
Créditos: Solen Feyissa no Unsplash

Moderadora processa o TikTok por trauma mental causado por vídeos explícitos

Trabalhadora afirma que foi obrigada a trabalhar em turnos de 12 horas com poucas pausas para descanso

O serviço de moderação é algo bastante complicado e que as plataformas precisam que seja feita, na maioria das vezes, por pessoas, que acabam sendo expostas a diversos tipos de conteúdos prejudiciais. Isso pode acabar afetando a vida desses trabalhadores, assim como aconteceu com a moderadora do TikTok Candie Frazier, que faz parte de uma ação coletiva contra a empresa por causa de traumas mentais causados por fazer a moderação da rede social.

26/12/2021 às 17:39
Notícia

Após descobrir valor do conserto, homem explode Tesla com 30 ...

O valor do reparo era de € 22.600

Segundo a moderadora, ela afirma ter sido exposta a diversos vídeos mostrando violência, tiroteios em escolas, quedas fatais e até canibalismo. No processo é citado que ela está tendo problemas para dormir e quando dorme, tem pesadelos horríveis”.

Além de terem que enfrentar diariamente vídeos explícitos, os moderadores do TikTok supostamente precisam passar por turnos de trabalhos de 12 horas, com apenas uma hora para almoço e dois intervalos de 15 minutos para descansar. Mesmo com esse alto número de horas trabalhadas sem descanso, a rede social ainda cobra um número alto de vídeos assistidos, obrigando “os moderadores de conteúdo não têm mais do que 25 segundos para assistir cada vídeo e assistem simultaneamente de três a dez vídeos ao mesmo tempo”, afirmou o processo.


Créditos: Hello I'm Nik no Unsplash

Essa grande quantidade de horas assistindo diversos vídeos que precisam de moderação podem impactar qualquer um dos trabalhadores, como apontado pelo Engadget, uma das maiores empresas a fornecerem o trabalho de moderadores de conteúdo para gigantes da tecnologia chegou a reconhecer através de um formulário que o trabalho realizado pode causar transtorno de estresse pós-traumático (PTSD).

Por causa disso, gigantes como Facebook, YouTube e o próprio TikTok concordaram em desenvolver diretrizes para ajudar os seus moderadores. Foi sugerido por essas empresas que elas iriam limitar o turno dos seus moderadores em quatro horas e dariam o suporte psicológico a essas pessoas, mas aparentemente o TikTok não implementou essas diretrizes, ao menos é o que aponta o processo citado pelo Bloomberg.

26/12/2021 às 14:20
Notícia

Fotos vazadas mostram o visual do Galaxy S22 Ultra

Modelo não terá moldura para as câmeras traseiras e foi vazado nas cores branco e preto

Continua após a publicidade

Atualmente a moderadora Candie Frazier está procurando representar outros funcionários da empresa em sua ação coletiva. Além de uma indenização por danos psicológicos, ela espera conseguir uma ordem judicial para a criação de um fundo médico para moderadores.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Bloomberg, Engadget
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

O novo império da Microsoft após a compra da Activision Blizzard

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.