M1 Max ProRes é 3 vezes mais rápido que o Mac Pro 2019 em exportação de vídeo
Créditos: Divulgação Apple

M1 Max ProRes é 3 vezes mais rápido que o Mac Pro 2019 em exportação de vídeo

Modelo consegue apresentar um desempenho melhor que o modelo de 2019 com a Placa Afterburner

A Apple apresentou no mês passado a sua nova linha de notebooks MackBook Pro 2021, que trouxeram diversas melhorias e um novo chipset M1 Max, com um modo de renderização especial para codificadores e decodificadores ProRes. Agora finalmente temos uma noção da melhoria que esse nova tecnologia de exportação de vídeo pode trazer para os usuários, com o modelo sendo mais rápido que o Mac Pro 2019.

15/12/2021 às 21:10
Notícia

Xiaomi 12 Ultra, esse é o design do conjunto de câmera?

Com um camera bump gigantesco, smartphone topo de linha deve apostar pesado na tecnologia de imagens

Essa comparação entre o novo modelo e o Mac mais antigo foi realizada pelo portal Macworld, que testou a renderização de vídeo com o modelo mais antigo com e sem a placa de vídeo externa Afterburner da Apple. Em ambas as situações, o novo notebook da gigante de cupertino conseguiu se sobressair sobre os aparelhos antigos:

  1. MacBook Pro 2021 com chip M1 Max: 76 segundos
  2. Mac Pro 2019 com placa Afterburner: 153 segundos
  3. Mac Pro 2019: 233 segundos


Créditos: Divulgação Apple

No teste de benchmark realizado pelo Macworld é possível ver que o MacBook Pro com chip M1 Max consegue diminuir consideravelmente o tempo de exportação de um vídeo no formato ProRes Raw. O novo modelo conseguiu ser até duas vezes mais rápido que o modelo Mac Pro 2019 com a placa externa Afterburner (que serve para acelerar os codecs de vídeo ProRes e ProRes RAW), sendo três vezes mais rápido que o modelo Mac antigo padrão.

Como apontado pelo site que fez as análises, essa melhoria não apenas significa um tempo menor para renderização de vídeos, mas também mostra a potência do novo notebook da empresa. Isso porque esses recursos presentes no modelo lançado esse ano também promete melhorar bastante o desempenho da máquina em outras tarefas, como na reprodução de conteúdo 8K multi-stream, mas também serve como uma porta de entrada para editores de vídeo que trabalham com ProRes.

16/12/2021 às 08:50
Notícia

Dimensity 9000 assume a ponta do AI Benchmark, superando Goog...

Chipset será o processador mais caro fabricado pela MediaTek

Continua após a publicidade

Atualmente, para realizar a edição e exportação dos vídeos nesse formato, os usuários precisam de workstations ultra potentes ou de um Mac Pro com GPUs mais caras. Agora com o novo MacBook Pro com chip M1 Max esses editores ainda precisam investir um pouco para conseguir trabalhar com ProRes, mas poderão pagar um preço consideravelmente menor que os computadores potentes atuais.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: MacWorld, 9to5mac
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Drone Autel EVO Lite+ - Unboxing e primeiro voo com o novo concorrente da DJI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.