5G pode causar interferências em voos com baixa visibilidade para os pilotos

Essas interferências resultariam no impedimento de alguns voos, desvios e atrasos

5G pode causar interferências em voos com baixa visibilidade para os pilotos
Créditos: Getty Images

Já falamos bastante sobre o 5G e como ela irá funciona, com bandas mais altas e mais baixas, mas parece que essa nova tecnologia apresenta um efeito colateral para as companhias aéreas. Ao que tudo indica, a 5G pode causar interferências em voos com baixa visibilidade para os pilotos. 

09/12/2021 às 13:31
Notícia

5G DSS e 5G Standalone terão preços diferentes no Brasil, rev...

Para TIM é importante oferecer planos diferentes para suprir as necessidades do consumidor

A FAA, Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos, decidiu que 6.834 aviões e alguns helicópteros não serão capazes de usar muitos dos sistemas de pouso automático e guiado, que são projetados para funcionar em condições de baixa visibilidade, se estiverem pousando em um aeroporto com interferência suficiente da 5G para que seus altímetros não sejam confiáveis.

Os aviões contam com altímetros de rádio para dizer a que altura estão acima do solo quando os pilotos não podem ver. Essas interferências, de acordo com a FAA, resultariam no impedimento de alguns voos de baixa visibilidade, desvios e atrasos.

Ainda não está claro quais aeroportos específicos podem restringir voos de baixa visibilidade. Além disso, a FAA deu alternativas para as companhias aéreas e aos pilotos - se eles puderem provar que seus aviões têm altímetros protegidos ou que não serão afetados por interferências. Uma solução possível seria um filtro de banda para esses altímetros, mas organizações como a Radio Technical Commission for Aeronautics (RTCA) alertaram que pode levar anos para certificá-los e modernizar todos os aviões.

08/12/2021 às 13:20
Notícia

Contratos do leilão do 5G são assinados em cerimônia no Planalto

Tecnologia será implementada primeiramente nas capitais brasileiras

A Verizon e a AT&T esperam que novas áreas do espectro de rádio da banda C ajudem a tornar a campanha 5G mais próxima da realidade, mas elas concordaram em adiar o lançamento da banda C até janeiro de 2022 e também se ofereceram para reduzir a potência das torres 5G por seis meses depois disso para resolver as preocupações.

Continua após a publicidade

No Brasil, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já iniciou a migração de usuários de antenas parabólicas convencionais da Banda C para a Banda Ku, visando liberar o espectro para o 5G e reduzir a possibilidade de interferências.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: The Verge
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.