Mercado de smartphones: Motorola cresce na América Latina e Samsung perde espaço
Créditos: John Tekeridis/Pexels

Mercado de smartphones: Motorola cresce na América Latina e Samsung perde espaço

Em comparação ao ano passado, a Motorola apresentou um crescimento de 3,4% e a Samsung perdeu 9,7% do mercado

Dados revelados pela empresa de consultoria Counterpoint Research revelou atualizações sobre o mercado de smarpthones na América Latina. Os relatórios apontaram que em comparação ao terceiro trimestre de 2020, o mercado teve um crescimento de 0,7% este ano. Um porcentagem considerada baixa quando comparada aos sete trimestres anteriores. A fabricante que mais ganhou destaque durante esse período de escassez de componentes foi a Motorola.

30/11/2021 às 13:00
Notícia

Com painéis da LG, Samsung deve lançar primeiras OLED TV em 2022

Ao que tudo indica, Samsung precisou se render à tecnologia da sua principal concorrente

A empresa fundada em Chicago teve um aumento de 3,4% na participação do mercado na região. Já a Samsung, apresentou uma queda significativa de 9,7%. Mesmo com essa diminuição, a Samsung ainda permaneceu na primeira posição, ocupando 35,6% do mercado de celulares no terceiro trimestre de 2021. Seguida pela Motorola, que permaneceu na segunda posição, e que com o aumento, chegou a ocupar 23,2% do mercado atual.

As empresas Xiaomi com 10,4%, a ZTE com 4,6% e a Oppo com 4,4% completam o top 5. A Apple ficou em sexto lugar com 3,7% do mercado de smartphones na América Latina.

Motorola cresce na América Latina e Samsung perde espaço no mercado de smartphones (Fonte: Counterpoint Research Market Monitor, 3º trimestre de 2021)

A análise da queda nos números da Samsung

Segundo a analista principal da Counterpoint, Tina Lu, nos últimos três anos, com o surgimento de novas marcas no mercado, houve uma redução na concentração de alguns pontos. E quem ganha com isso são os compradores, que conseguem ter mais opções com preços mais competitivos. Lu também destaca que os mercados do Brasil e da Argentina são os menos abertos da região, pois exigem fabricação local.

Dessa forma, os dados mostraram que o mercado brasileiro foi o mais afetado pela escassez de componentes que impactou a indústria de fabricação / montagem de smartphones no 2º trimestre de 2021 e isso se agravou no 3º trimestre de 2021.

Ainda sobre essa queda da empresa coreana na região, Lu destaca: “As remessas da Samsung foram afetadas pelos problemas das fábricas no Brasil e no Vietnã. Como resultado, sua participação de mercado atingiu o menor dos sete trimestres anteriores. A Samsung continuou sendo a líder na região, mas essa queda de volume permitiu que sua concorrente mais próxima, a Motorola, diminuísse a diferença."

"A Motorola está melhorando a disponibilidade de seus produtos na região. Ela continuou liderando o mercado mexicano, enquanto melhorava sua posição na Argentina e no Brasil”, finalizou a analista.

Continua após a publicidade

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Counterpoint Research
User img

André Lindsay

Natural de São Paulo, André é um publicitário formado em 2020 e atualmente trabalha como redator nos sites Adrenaline e Mundo Conectado. Além da paixão pela escrita e pelo mundo da tecnologia, um dos seus grandes sonhos é se tornar dublador.

Drone Autel EVO Lite+ - Unboxing e primeiro voo com o novo concorrente da DJI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.