Jack Dorsey, confundador e CEO do Twitter, decide renunciar ao cargo
Créditos: Brett Jordan/Unsplash

Jack Dorsey, confundador e CEO do Twitter, decide renunciar ao cargo

Rede social anunciou o indiano Parag Agrawal como substituto

28/11/2021 às 10:05
Notícia

Biólogo brasileiro que recebeu celular Xiaomi 11T agora receb...

Marca enviou um aparelho da série LG Gram para ajudar nos trabalhos de Sérgio Rangel

O fundador e presidente-executivo do TwitterJack Dorsey, anunciou nesta segunda-feira (29) que vai deixar o cargo. Dorsey estava no cargo desde 2015, ocupando seu segundo mandato. Nos últimos anos, o executivo vinha sofrendo diversas críticas por falta de inovação e falta de lucratividade.

No último trimestre, Twitter piorou de desempenho após superar as expectativas no último balanço apresentado em julho. Em dados divulgados no fim de outubro, a companhia registrou um aumento na receita de 37%, mas encarou prejuízo de mais de US$ 500 milhões depois de um processo movido por seus acionistas.

Além disso, Dorsey era criticado por exercer a mesma função da fintech Square. Isso gerava desconfiança de investidores sobre sua capacidade de conduzir as duas empresas em simultâneo. Tanto é que após seu anúncio as ações do Twitter se valorizaram até 11% na última segunda. Além de dirigir a Square, o americano também informou que irá se dedicar a filantropia.

Substituto entra em meio a crise

O Twitter já confirmou o substituto de Dorsey. Quem assume é o atual diretor de tecnologia da rede, Parag Agrawal, que está no Twitter desde 2010. Em 2017 ele assumiu o CTO, onde chefiava equipes de inteligência artificial e aprendizado de máquina para tonar os tuítes na linha do tempo mais relevantes aos usuários.

Agrawal ele trabalhou nos times de pesquisa da Microsoft (2006 e depois em 2009), do Yahoo! (2007-2008) e da operadora AT&T (2010). Nos estudos, ele é formado em engenharia da computação pelo Instituto Indiano de Tecnologia, em Bombai, e tornou-se doutor na mesma área e em filosofia pela Universidade Stanford, na Califórnia, concluindo a etapa em 2012.

Parag assume em um momento crítico da empresa. O Twitter tem acelerado o lançamento de produtos após anos de críticas sobre falta de inovação. A pressão aumentou com a comparação com redes sociais concorrentes, como Facebook e TikTok, que se movimentam para ampliar seus negócios.

25/11/2021 às 13:58
Notícia

Rússia exige que Facebook, Google, Apple e outras techs tenha...

Governo ameaça tomar medidas contra estas e mais 10 empresas de tecnologia se não for atendido

Continua após a publicidade

Além disso, ele é responsável por montar uma equipe focada em criptomoedas, blockchain e outras formas de descentralização financeira, criando uma nova área na empresa: Twitter Cripto. A aposta em criptomoedas é visto como uma forma de ajudar criadores de conteúdo a monetizarem na plataforma de forma mais segura, justamente algo que a rede social do passarinho vem focando ao longo de 2021, quando lançou um serviço de gorjetas para remunerar perfis.

Por fim, ele terá um teste de fogo com a pressão dos reguladores americanos por controlar as empresas de tecnologia, seja pela suposta conivência com a disseminação de desinformação, seja pelo poder que essas companhias têm sobre o dia a dia dos usuários.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Parag Agrawal Fonte: Estadão
User img

Cristino Melo

Drone Autel EVO Lite+ - Unboxing e primeiro voo com o novo concorrente da DJI

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.