Google Tensor: o que é como funciona o novo chip mobile do Google?
Créditos: Imagem/ Reprodução Google

Google Tensor: o que é como funciona o novo chip mobile do Google?

Chipset desenvolvido em parceria com a Samsung compõe os smartphones Pixel 6

O Google Tensor é o novo chipset da linha de smartphones Pixel, presentes no Pixel 6 e Pixel 6 Pro, aparelhos que estrearam no dia 26 de outubro. Os novos chips são novidades nos dispositivos Google que, anteriormente, utilizavam os Qualcomm.

Dessa vez, a gigante das buscas preferiu usar um chipset próprio desenvolvido em parceria com a Samsung. Isso indica que, provavelmente, ele possua algumas semelhanças de design com os ARM Exynos, presentes em muitos aparelhos da marca sul-coreana. Descubra agora alguns detalhes dos chips Google Tensor

 

Tensor 

O nome Tensor é proveniente de outras áreas da Google. Ele também está presente no TensorFlow que é o hardware de aprendizado de máquinas da empresa. De acordo com a companhia, o novo chip foi desenvolvido para contar com os últimos avanços da empresa na área de Inteligência Artificial diretamente em dispositivos móveis. O Google tensor foi desenvolvido com o objetivo de entregar tudo que a empresa idealizava em um Smartphone Google.  

25/11/2021 às 15:03
Notícia

Samsung pode ter acabado permanentemente com a série Galaxy Note

Lugar deixado pela linha Note poderá ser ocupado pelo Galaxy S Ultra

"Encontramos limitações de computação que nos impediram de cumprir totalmente nossa missão. Então, começamos a construir uma plataforma de tecnologia desenvolvida para dispositivos móveis que nos permitiu trazer nossa IA e aprendizado de máquina (ML) mais inovadores para nossos usuários de Pixel", afirmou Rick Osterloh, Vice-presidente sênior de dispositivos e serviços, na publicação oficial a respeito do chipset.

Algumas informações apontam, no entanto, que alguns modelos atuais e futuros de smartphones da Google podem ainda receber de chipsets Snapdragon, projetados pela Qualcomm.  

Especificações

 

O Google Tensor é construído em uma configuração 2+2+4 de CPU cluster, sendo dois núcleos de alta-performance (ARM X1) rodando a 2,8 GHz, dois núcleos médios com o clock de 2,25 GHz e quatro de alta eficiência a 1,8 GHz. A GPU de 20 núcleos promete uma experiência de games premium, para a maioria dos jogos Android. Alguns benchmarks divulgados, no entanto, revelam resultados de desempenho não tão bons do Google Tensor. 

25/11/2021 às 17:21
Notícia

Caviar faz iPhone e estátua do Elon Musk com Tesla Model 3 de...

Empresa disponibilizará apenas 99 iPhone 13 Pro Max personalizados

Continua após a publicidade

Segundo os desenvolvedores, o Tensor foi desenvolvido para que a Inteligência Artificial e o aprendizado de máquinas pudesse adaptar a experiência de cada usuário para algo específico para ele. 

Câmeras e segurança

Os smartphones da linha Pixel sempre tiveram bom desempenho no que diz respeito aos registros fotográficos. Agora, com o novo chip, a Google afirma que os novos smartphones possuem um sistema de câmeras totalmente renovado e com mais recursos. A expectativa é de que, inclusive, os Pixel melhorem daqui para frente também um ponto fraco conhecido da linha, que é a gravação de vídeos. 

Outro ponto revelado sobre os novos chipsets da Google é que eles possuem um chip de segurança Titan M2. A empresa promete um sistema de segurança bastante robusto para os smartphones que acompanharem os Google Tensor

 

 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PhoneArena, Google
User img

Andre Bassani

Meta e o Metaverso: os planos de Zuckerberg para o futuro das redes sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.