Qualcomm tem um contrato de exclusividade para o Windows em ARM [RUMOR]
Créditos: Divulgação Microsoft

Qualcomm tem um contrato de exclusividade para o Windows em ARM [RUMOR]

Suposto acordo entre a fabricante dos SoC Snapdragons e Microsoft está próximo de expirar

A Microsoft nunca conseguiu tornar o Windows ARM num sucesso, além de diversos problemas de falta de aplicativos e de desempenho, poucas fabricantes de SoCs se interessavam em competir nesse mercado. Agora sabemos que isso pode ter sido uma escolha da própria gigante de Redmond, que supostamente tem um contrato de exclusividade de suporte oficial apenas para aparelhos com tecnologias da Qualcomm.

23/11/2021 às 07:41
Notícia

Atualização KB5007253 do Windows 10 corrige múltiplos bugs no...

Lista com bugs corrigidos inclui um que afeta a Xbox Game Bar e um que afeta a conexão a impressoras ...

Essas informações foram compartilhadas pelo portal XDA-Developers, que não costuma errar em seus vazamentos. Se for ter como base o trabalho e investimento realizado em conjunto pelas empresas em tornar o Windows em ARM algo viável, é possível entender o porque elas fecharam essa exclusividade.

Atualmente a Qualcomm fornece os chipsets Snapdragon 7x Gen2 Compute, Snapdragon 8X Compute e Snapdragon 8cx Gen 2 Compute para aparelhos que executam a versão ARM do sistema da Microsoft. Além do desenvolvimento de novos hardwares, ambas também desenvolveram juntas um Dev Kit acessível para o Windows ARM no meio de 2021, prometendo baratear o desenvolvimento de aplicativos pro sistema.


Créditos: Divulgação Qualcomm

A existência desse contrato também explica o motivo do sistema não ter tido um funcionamento mais amplo em notebooks ARM rodando a partir de SoCs baseados nessa arquitetura da Samsung, Apple e MediaTek mesmo com o interesse dessas empresas. Durante o MediaTek Summit realizado na semana passada, a fabricante taiwanesa afirmou que deseja entrar no mercado de PCs, mas ainda não tem planos para fazer isso atualmente.

Além disso, muito provavelmente a Samsung irá querer entrar no mercado de notebooks com Windows ARM quando lançar o seu novo chipset Exynos 2200, principalmente para aproveitar a GPU integrada desenvolvida junto com a AMD. O portal XDA também aponta que esse também pode ser o motivo para o Windows 11 não ter o suporte nativo aos SoC Macs Silicon da Apple.

Tanto a MediaTek como a Qualcomm sabem que a transição do Windows para a arquitetura ARM é algo que será inevitável, por isso elas estão se preparando para fazer parte desse mercado assim que for possível. Mas a fabricante dos Snapdragons sairá na frente nessa disputa, principalmente por vir trabalhando com o sistemas faz anos, mas também por estar fazendo sua própria arquitetura personalizada através da Nuvia.

Continua após a publicidade

23/11/2021 às 10:41
Notícia

Telegram terá que bloquear canais que promovem pirataria

Grupos que divulgam pirataria supostamente possuem 10 milhões de membros

Infelizmente o XDA-Developers não teve acesso a quando deve expirar esse contrato, mas é isso que atualmente “está impedindo outros fornecedores de chips de competir no espaço.” Por causa disso muita coisa deve mudar na área dos computadores domésticos quando o acordo entre Microsoft e a Qualcomm expirar.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: GSMArena Fonte: XDA-Developers
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Meta e o Metaverso: os planos de Zuckerberg para o futuro das redes sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.