Pesquisa da Kaspersky: 34% acham "ok" stalkear parceiro escondido
Créditos: Reprodução/Kaspersky

Pesquisa da Kaspersky: 34% acham "ok" stalkear parceiro escondido

Pesquisa foi realizada com mais de 21 mil pessoas de 21 países e mostra gravidade de abuso digital

Você confia no/na seu/sua parceiro/a? Sim? E então você acha que seu namorado ou namorada não instalaria um stalkerware no seu smartphone secretamente para te espionar? Talvez seja hora de você rever essa confiança. E não, não quero causar problemas no relacionamento de ninguém. Mas uma pesquisa realizada pela Kaspersky mostrou que 34% dos seus entrevistados acham "ok" instalar um stalkerware no smartphone do parceiro.

22/11/2021 às 13:00
Notícia

Privacidade redobrada: Como colocar bloqueio por impressão di...

Além de permitir que o usuário coloque um bloqueio de PIN, app ainda possibilita ativar bloqueio por ...

Se você não está familiarizado com o termo stalkerware, veja a explicação: esse tipo de aplicativo monitora o celular de outra pessoa sem que ela saiba. O app envia o conteúdo, como fotos, vídeos e textos, para o "espião", que pode receber no próprio smartphone ou outro dispositivo. Em um momento que cada vez mais é debatido a nossa privacidade digital, o uso dos stalkerware são bem questionáveis. Inclusive o Google removeu alguns desses apps da Play Store. Mas quem quer, sempre dá um jeito.

A pesquisa da Kaspersky trata sobre stalking em relacionamentos e abuso digital. Ao entrevistar mais de 21 mil pessoas de 21 países, podemos ter um panorama da situação. Para começar, a empresa de segurança digital apresenta que 60% dos entrevistados não tem conhecimento sobre stalkerware, que também tem seu uso aplicado para pais que querem controlar o uso dos smartphones dos seus filhos.

Em um comparativo bem relevante, o estudo mostra que mais homens (10% contra 8% de mulheres) admitem usar spyware (sinônimo para stalkerware), enquanto 30% das mulheres (contra 19% dos homens) já foi vítima de violência ou abuso em um relacionamento. A Kaspersky traz ainda os dados de que mais homens sabem o que é um stalkerware (44% contra 36%), o que é esperado quando vemos os dados anteriores.

20/11/2021 às 10:00
Notícia

As piores e mais inseguras senhas usadas no Brasil e no mundo...

Pesquisa revela que as combinações 123456 e 123456789 são as mais populares

Continua após a publicidade

Dos entrevistados, um total de 30% acha OK instalar um stalkerware no smartphone do parceiro sem ele saber. Por mais que esses números sejam a soma do "Sim puro" (13%) com o "sim em algumas ocasiões" (17%), os dados mostram a dimensão de como a privacidade do parceiro é ignorada. 64% disseram que instalariam se suspeitassem de traição, 63% por preocupação com a segurança e 50% se suspeitassem de atividades criminosas. O fato do maior número stalkear o parceiro por suspeitar uma traição é um sinal de como os stalkerwares são usados de maneira abusiva e controladora. O estudo da Kaspersky traz a informação de que o uso dos apps de monitoramento para segurança é uma das justificativas mais comuns para stalkear o parceiro

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Kaspersky
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

Meta e o Metaverso: os planos de Zuckerberg para o futuro das redes sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.