M51-ULS-1b: esse pode ser o primeiro planeta descoberto fora da Via Láctea
Créditos: Divulgação/NASA

M51-ULS-1b: esse pode ser o primeiro planeta descoberto fora da Via Láctea

Possível planeta está localizado a uma distância de 28 milhões de anos-luz

"Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante…"

Se você é um fanático por Star Wars ou tem o mínimo de conhecimento de cultura pop ou geek, sabe o que essa frase abrindo o texto quer dizer. A abertura da franquia de filmes contextualiza para o telespectador a localização da clássica Space Opera. Até algumas horas atrás, a saga interplanetária em outra galáxia era a principal referência para falar de planetas fora da nossa Via Láctea. Agora tudo indica que finalmente encontramos um planeta fora da nossa querida galáxia.

31/05/2021 às 18:05
Notícia

SpaceX comemora um ano desde sua primeira missão tripulada co...

Em 30 de maio de 2020, o foguete Falcon 9 decolava na segunda demonstração da nave Crew Dragon

M51-ULS-1b, que podemos chamar de "candidato a planeta", está localizado na galáxia Redemoinho, que fica a uma distância de aproximadamente 28 milhões de anos-luz da Terra. Para quem não lembra das aulas de colégio ou ainda não aprendeu, isso quer dizer que a luz do Sol demora 28 milhões de anos para chegar até lá. Para comparação, Lucy, o famoso fóssil de Australopithecus, uma espécie de hominídeo da qual descende o Homo sapiens, viveu há 3,2 milhões de anos atrás. Um raio de luz emitido pelo Sol enquanto Lucy estava viva ainda não chegou na galáxia Redemoinho.

Como é mais comum no Universo, M51-ULS-1b orbita duas estrelas (planetas em sistemas mono-estelares como o nosso são minorias até o momento). Entretanto uma dessas estrelas está morta e roubando material da sua vizinha, gerando calor e emitindo raio X. E esses raios são a chave da possível descoberta.

Vamos entender isso: um avião no céu parece pequeno, mas conforme ele se aproxima, ele "fica maior". Imagine então observar um objeto cuja distância chega a ser na casa dos trilhões quilômetros. A distância entre duas estrelas, por exemplo, parece menor. Os planetas são descobertos (na maior parte) por perturbações na luz de uma estrela, como uma mariposa passando na frente de uma lâmpada. No caso do M51-ULS-1b foi detectado uma perturbação na emissão dos raios X da estrela morta. Por ser uma "pequena" emissão, ela pode ser bloqueada por um planeta. E foi isso que os cientistas do telescópio Chandra detectaram. Contudo a confirmação de ser um planeta pode demorar mais umas décadas.

21/08/2021 às 21:04
Notícia

Câmara aprova projeto sobre taxas para micro e minigeradores ...

Aqueles que começarem a geração um ano após a publicação da nova lei terão uma transição de sete anos

Continua após a publicidade

"Infelizmente, para confirmar que o que estamos vendo é um planeta nós provavelmente devemos esperar décadas para ver o trânsito (do M51-ULS-1b). E devido as incertezad de quanto tempo ele demora para orbitar, nós não devemos saber exatamente para onde olhar", disse Nia Imara, da Universidade da California e co-autora da pesquisa junto de Rosanne di Stefano.

Enquanto a confirmação não vem, podemos acreditar que em uma galáxia muito distante há uma space opera acontecendo.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Nasa
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

Meta e o Metaverso: os planos de Zuckerberg para o futuro das redes sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.