Facebook planejou remover o botão "curtir" do Instagram para grande pesquisa
Créditos: Divulgação/Instagram

Facebook planejou remover o botão "curtir" do Instagram para grande pesquisa

Empresa realizou primeiro teste no Facebook, mas optou por manter estudo mais restrito

Você já imaginou entrar no Facebook, ver uma publicação muito legal e simplesmente não curtir? Ou ver uma bela foto no Instagram e apenas apreciar, sem dar as duas batidas na imagem para entregar o seu "coração"? Pois isso poderia estar acontecendo agora nas redes sociais.

25/10/2021 às 14:00
Notícia

Bolsonaro associa vacinas com o vírus da AIDS e Facebook derr...

Live transmitida na última quinta-feira (21) foi removida da plataforma

No turbilhão de polêmicas, acusações e documentos vazados sobre práticas tóxicas da empresa surgiu mais uma novidade: o Facebook já havia identificado o impacto do botão "Curtir" na saúde mental dos usuários, causando uma obsessão em receber várias curtidas gera ansiedade e estresse em algumas pessoas. Então a empresa realizou uma pesquisa com os usuários para ver como seria o comportamento deles caso o característico "Like" fosse suprimido. E o resultado não agradou a diretoria.

O estudo interno mostrou que os usuários do Facebook interagiam menos com as publicações se não tivesse um curtir, "esquecendo" que é possível comentar. E essa falta de interação também afetava as publicidades, aquilo que paga as contas da empresa e os voos fretados do Mark Zuckerberg. Junto disso, o estudo mostrou que os jovens (futuro da nação e do público da empresa) publicavam menos fotos. Então o Facebook decidiu ampliar a pesquisa, levando a metodologia para o Instagram

Entretanto Mark Zuckerberg e outros executivos do Facebook mudaram de ideia, fazendo com que no lugar de um teste amplo, que analisasse o comportamento dos usuários, fosse feito apenas uma avaliação menor, mais restritiva, para "gerar mídia positiva sobre o Instagram". No final, como sabemos, nenhum botão foi removido.

25/10/2021 às 11:50
Notícia

WhatsApp Pay poderá solicitar documentos para verificação de ...

A medida pode ser uma forma de preparar o lançamento do WhatsApp Pay em uma nova região

Continua após a publicidade

Os botões "curtir" e "compartilhar" são antigos no Facebook. O primeiro foi criado em 2009, logo no início da popularização da rede social mundo a fora. Essas mesmas funcionalidades são as culpadas pelos impactos negativos na saúde mental de usuários adolescentes e também na divulgação de fake news e crescimento de discursos de ódio na plataforma. Essa nova revelação, noticiada pelo New York Times com base em documentos vazados, é mais um indicativo das acusações de que a companhia sabia dos efeitos prejudiciais causado pelo mal uso da rede, mas — ao que parece — nenhuma medida foi tomada para corrigir.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: O Globo Fonte: The New York Times
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

Meta e o Metaverso: os planos de Zuckerberg para o futuro das redes sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.