Donald Trump planeja lançar rede social em 2022
Créditos: Scott Olson/Getty Images

Donald Trump planeja lançar rede social em 2022

TRUTH Social promete ser uma rede social sem discriminação política

Após ser banido do Twitter e do Facebook, o ex-presidente americano Donald Trump quer lançar sua própria rede social "livre de discriminação política". A TRUTH Social é propriedade da Trump Media & Technology Group (TMTG) e o aplicativo está disponível para registro prévio na Apple Store. A rede social terá versão beta, para convidados, lançada em novembro. O lançamento oficial está programado para o primeiro trimestre de 2022.

Trump foi banido das redes sociais após o ataque ao capitólio dos Estados Unidos, que aconteceu no dia 6 de janeiro. Segundo ele, a rede social é uma forma de lutar contra "As grandes companhias de tecnologia do Vale do Sílicio, que utilizam seu poder unilateral para silenciar vozes de oposição na America". Não é novidade que o ex-presidente acusa o Facebook e Twitter de suprimirem pontos de vista conservadores. No comunicado de lançamento da TRUTH Social, Trump criticou a ação de o banirem da rede social:

Vivemos em um mundo onde o Talibã tem uma forte presença no Twitter. Enquanto isso, seu presidente americano favorito foi silenciado

 

Não é a primeira vez que Trump tenta criar uma plataforma para seguir se comunicando com seus seguidores. Recentemente, ele criou o From the Desk With Donald J. Trump, que em cerca de um mês foi cancelado após Trump ser banido do Snapchat e Youtube. 

Agora, além da rede social a TMTG pretende lançar um serviço de assinatura on demand (sob demanda) com programação de entretenimento. O grupo informou que o material será produzido por Scott St. John, produtor executivo de programas como Deal or no Deal e o popular Aemrica's Got Talent. Para o sucesso da nova empreitada de Trump, o grupo TMTG irá se fundir com a Digital World Acquisition Corp (DWAC), empresa criada para fusões e aquisições. Dessa forma, o TMTG irá se transformar em uma empresa de capital aberto.

Patrick Orlando, diretor da DWAC, afirma que a fusão pode fazer com que a TMTG atinja uma valorização cumulativa de até US$ 1,7 bilhão. "Devido ao mercado ao qual pode se dirigir e à grande quantidade de seguidores do presidente Trump, acreditamos que o TMTG tem o potencial de criar um valor significativo para os acionistas", comentou Orlando.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Uol, Engadget
User img

Luiz Schmidt

Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

Meta e o Metaverso: os planos de Zuckerberg para o futuro das redes sociais

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.