Linux agora funciona em computador Apple com chip M1
Créditos: Reprodução / Willian Ferreira

Linux agora funciona em computador Apple com chip M1

Mas sistema ainda não consegue tirar proveito da GPU do SoC

Desde o lançamento do primeiro Mac com chipset M1 alguns desenvolvedores vem buscando maneiras de fazer o Linux rodar no aparelho da Apple, em maio o próprio Linus Trovalds anunciou um suporte preliminar ao kernel para esse SoC e que estavam trabalhando para terminar o quanto antes esse trabalho. Mas agora finalmente esse suporte finalmente está começando a funcionar nativamente em sistemas com SoC M1, que podem executar algumas tarefas mais básicas.

06/10/2021 às 15:35
Notícia

Qualcomm promete menor latência em seus chips trabalhando com...

Desempenho da nova tecnologia traz uma confiabilidade quase igual de uma rede conectada via cabo

Essa novidade foi anunciada pelos desenvolvedores do projeto Asahi Linux, que afirmam que o sistema já consegue funcionar com o CPU da gigante de Cupertino, mas ainda não conseguindo fazer com que a implementação use recursos acelerados por GPU. Atualmente a parte gráfica está sendo o principal problema dos devs, que já conseguiram adaptaram vários drivers para que o processador possa se comunicar com o sistema e de fato fazer alguma coisa com o hardware, como os drivers de controle de vídeo, gerenciamento de energia e conexões PCIe e USB-C.

Isso já permite que o sistema funcione para operar máquinas em Linux, mas para realizar algumas funções mais básicas sem GPU, mas Hector Martin, líder do projeto Asahi Linux, fala que isso não deve ser um problema tão grande porque “as CPUs do M1 são tão poderosas que renderizar um desktop via software é mais rápido neles que em, por exemplo, máquinas Rockship ARM4 com aceleração de hardware."

Esse problema em conseguir “adaptar” a GPU do novo chipset da Apple já havia sido compartilhado anteriormente, quando eles anunciaram um suporte do M1 ao kernel do Linux. A dificuldade acontece porque a solução gráfica da gigante de Cupertino no seu SoC é totalmente proprietária, o que dificulta bastante a vida dos desenvolvedores, que tem que criar um driver bastante semelhante ao projetado pela própria Apple.

Além da parte da GPU, o trabalho em trazer suporte da CPU também é bastante difícil, principalmente porque a arquitetura do M1, mesmo também sendo baseado em arquitetura Arm, como os chips Raspberry Pi que o sistema já roda normalmente, apresenta algumas diferenças e particularidades.

06/10/2021 às 14:20
Notícia

Dell poderia estar rodando sistema macOS se Steve Jobs estive...

Michael Dell, fundador da empresa, revela detalhes sobre parceria que quase virou realidade

Continua após a publicidade

Atualmente o suporte do Linux para o M1 ainda está disponível apenas para os desenvolvedores Asahi Linux, mas eles atualmente estão trabalhando para lançar uma ferramenta de instalação para o público.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Adrenaline, Asahi Linux
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Compramos um iPhone Fake e tivemos uma surpresa

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.