Ministério da Agricultura regulamenta uso de drones na agropecuária
Créditos: Divulgação/Mapa

Ministério da Agricultura regulamenta uso de drones na agropecuária

Regras visam simplificar procedimentos e trazer práticas de segurança para a operação dos drones

Na última sexta-feira, dia 24 de setembro, enquanto o mundo esperava o lançamento do iPhone 13, algo importante aconteceu para mercado de drones no Brasil. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) regulamentou o uso de drones para a aplicação de agrotóxicos, outros produtos aplicado via pulverização e sementes. As regras para a operação das aeronaves remotamente pilotadas foram publicadas no Diário Oficial da União através da Portaria nº 298.

28/09/2021 às 10:43
Notícia

Drone em forma de cilindro para uso comercial ganha sensor lidar

Modelo em formato coaxial oferece o mesmo desempenho de drones normais com um tamanho menor

Segundo o Mapa, o objetivo dessa regulamentação é "simplificar os procedimentos e adequar as exigências legais as especificidades desta tecnologia, já que, em diversos aspectos, se diferencia das aeronaves tripuladas". Idêntico aos pilotos de aviões agrícolas, que precisam de formação específica na área para atuar nos serviços do campo, os pilotos de drones — que terão que se registrar no Mapa pelo Sistema Integrado de Produtos e Estabelecimentos Agropecuarios (Sipeagro) — terão que se qualificar em cursos destinados a formação de aplicadores aeroagrícolas. Se necessário em alguns casos, um responsável técnico, engenheiro agrônomo ou engenheiro florestal terá que coordenar as atividades. Os drones devem estar devidamente regularizados na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

“Esperamos que a normativa traga a segurança jurídica necessária para os operadores, ao mesmo tempo que garanta a harmonização e a segurança das operações e uso responsável da tecnologia. A norma também servirá como um ‘norte’ para a coordenação e a fiscalização das atividades, tanto por parte do Mapa, como por parte dos órgãos estaduais, responsáveis pela fiscalização do uso de agrotóxicos”, destacou a chefe da Divisão de Aviação Agrícola, Uéllen Lisoski.

28/09/2021 às 09:51
Notícia

Drones Autel EVO Lite são anunciados: Câmera 6K, 40 minutos d...

Modelos chegam para concorrer com drones DJI Air 2S e Mavic 2

Outro ponto levantado pela regulamentação é sobre a segurança operacional. O Mapa ressalta que a operação deve envolver, de maneira segura, todo o processo de aplicação: desde o preparo da calda; o monitoramento das condições ambientais da localidade onde será realizada a pulverização ou aplicação das sementes e registro e arquivamento dos dados de cada operação. Esses registros devem ser feitos para que possam ser auditados, sempre que necessário. A regulamentação visa ainda a segurança da equipe de trabalho e de terceiros — afinal em alguns casos se tratará de produtos tóxicos —, e englobam ainda distâncias mínimas de zonas sensíveis a serem respeitadas durante as aplicações, de modo a se evitar problemas ambientais e visando a saúde da população.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Mapa
User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

Drone Autel EVO II Pro chega ao Brasil - Câmera 6K, 40 Minutos e 9Km [UNBOXING]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.