Bancos têm até 4 de outubro para limitar Pix a R$ 1 mil entre 20h e 6h
Créditos: Reprodução/Banco Central/Pixabay

Bancos têm até 4 de outubro para limitar Pix a R$ 1 mil entre 20h e 6h

O teto também será aplicado para TED, DOC, pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos

O Banco Central estabeleceu na quinta-feira (23) que as instituições financeiras terão até o dia 4 de outubro para aplicar o limite de Pix a R$ 1.000 durante o horário noturno, a fim de evitar golpes. A medida já havia sido anunciada no fim de agosto, mas somente a partir de outubro entrará em vigor.

Além do limite para transferências instantâneas via Pix, o teto de R$ 1.000 também será aplicado para TED, DOC, pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos durante a noite, mais especificamente entre as 20h e 6h.

Os clientes ainda poderão alterar esse limite justo às instituições, através dos canais de atendimento eletrônico. Entretanto, o aumento de limite não será mais instantâneo; deverá haver um intervalo para efetivação de no mínimo 24 horas após o pedido. 


Reprodução/JoelFotos/Pixabay

Essa nova diretriz também deve entrar em vigor até o dia 4 de outubro. Antes desse prazo, os bancos e instituições de pagamento deverão permitir que os clientes façam o cadastro antecipado de contas que possam receber valores acima do limite, de acordo com orientações do Banco Central.

Outra medida, que deve ser posta em prática até o dia 16 de novembro, é que os bancos deverão fazer registro de ocorrências ou tentativas de fraude, além das providências aplicadas para corrigir as situações. 

Conforme diretriz do Banco Central, a partir dos registros diários, será necessário que as instituições elaborem relatórios mensais demonstrando todos os transtornos e suas respectivas resoluções.

16/09/2021 às 11:40
Notícia

Procon-SP quer limitar Pix a R$ 500 por mês para reduzir fraudes

Representantes do Procon-SP reuniram-se com autoridades do Banco Central na quarta-feira (15); BC afi...

Continua após a publicidade

Apesar da facilidade de conceder transferências instantâneas gratuitas entre bancos diferentes, o Pix vem causando diversas controvérsias e preocupações. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, houve um aumento de 39,1% nos sequestros-relâmpago entre janeiro e julho de 2021, alguns meses depois do lançamento do Pix.

O Procon-SP demonstrou inquietações com o crescimento dos crimes relacionados à nova ferramenta. Uma das medidas propostas pelo órgão ao Banco Central foi a limitação de R$ 500 por mês, ao que o BC respondeu que irá analisar. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: OlharDigital Fonte: Agência Brasil
User img

Iraci Falavina

Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

Compramos um iPhone Fake e tivemos uma surpresa

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.