Como vai funcionar a recarga de 120W nos próximos smartphones da Xioami? Xiaomi detalha um pouco
Créditos: Divulgação Xiaomi

Como vai funcionar a recarga de 120W nos próximos smartphones da Xioami? Xiaomi detalha um pouco

Novidade chegará junto com os novos smartphones da série 11T no final desta semana

Nos últimos anos a Xiaomi vem tomando a liderança no desenvolvimento de novas tecnologias para baterias e carregadores de smartphones, agora vimos o primeiro efeito disso, com os novos smartphones da linha Xiaomi 11T vindo com um carregador rápido de incríveis 120W. Entretanto, essas incríveis velocidades de carregamento podem danificar bastante a bateria a longo prazo, por isso um representante da empresa falou um pouco sobre a tecnologia presente nesses aparelhos.

12/09/2021 às 07:40
Notícia

Vibrações das motos podem danificar a câmera do iPhone, diz A...

A exposição prolongada a altas vibrações danificam os estabilizadores ópticos

Um dos principais pontos levantados pela fabricante sobre sua novidade é o seu funcionamento, que irá separar a carga em diversos canais para manter uma alta taxa de energia sendo armazenada. Com isso o aparelho invés de enviar um máximo de cinco volts por um único canal, consegue utilizar diversos canais para uma carga mais rápida, contando com recursos de segurança adicionais e controle de temperatura para não danificar internamente o dispositivo.

Mas o principal ponto nessas cargas com tanta energia é na deterioração da bateria, o que vai diminuindo aos poucos a capacidade total do modelo. Mas isso não deve ser um problema para os smartphones da série 11T, isso porque, em entrevista ao The Verge, o chefe de comunicações da Xiaomi, Daniel Desjarlais, afirmou que após 800 ciclos de carregamento a capacidade de bateria ainda deve se manter aproximadamente em 80%.

“Agora, esses 20% podem soar como 'oh uau, estou perdendo 20%', mas isso é bastante normal em basicamente todas as tecnologias de carregamento. 800 ciclos, para a maioria das pessoas, levará aproximadamente dois anos. Isso é bastante sólido.”
- Afirmou Daniel Desjarlais para o The Verge.

Apesar de parecer uma queda bastante considerável, 20% de perda da capacidade de bateria é o que alguns dos diversos aparelhos atuais também perdem nesse período de tempo. Isso é bom para quem pode trocar seus smartphones com frequência, mas quem tem que manter o mesmo aparelho durante anos acaba sofrendo com esse problema de deterioração da bateria.

Continua após a publicidade

Mas o problema dessas cargas mais rápidas também é o uso prolongado do smartphone na tomada, por causa disso Desjarlais falou sobre algumas das recomendações da empresa em relação a isso. Um dos pontos abordados por ele é o carregamento durante a noite, que é recomendado que o usuário mude para um carregador um pouco mais fraco, para o aparelho não ficar muito tempo recebendo cargas de 120W mesmo após carregado.

Saberemos mais sobre esse novo carregador e dos smartphones da série Xiaomi 11T na próxima quarta-feira, dia 15 de setembro, quando a empresa fará um evento para mostrar eles.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: WCCFTech Fonte: The Verge, Xiaomi
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Instalando SSD no PS5 [SHORTS]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.