Ansiedade e smartwatch fizeram mulher se submeter a 916 eletrocardiogramas em um ano
Créditos: Onur Binay/Unsplash

Ansiedade e smartwatch fizeram mulher se submeter a 916 eletrocardiogramas em um ano

Wearable causou ansiedade em paciente preocupada com cardiopatia

Uma mulher de 70 anos realizou 916 eletrocardiogramas pelo seu smartwatch em um ano devido a ansiedade causada pelas medições do dispositivo. A paciente, que não tinha histórico de doenças mentais, não apresentava nenhum sintoma relacionado a sua arritmia cardíaca, mas as notificações da smartband a deixaram preocupada. Caso foi apresentado por estudo realizado por universidade da Carolina do Norte.

26/08/2021 às 13:45
Notícia

Apple perde mercado, mas ainda é a maior fabricante de smartw...

A Apple caiu para 28% de participação de mercado e Huawei está em segundo, com 13%

Lindsey Rosman, professora assistente de medicina na Universidade da Carolina do Norte, relatou em sua pesquisa que a ansiedade causada por wearables e preocupação com a saúde foi vista em outros pacientes. O estudo detectou um padrão de cardiopatas que desenvolveram a doença e passaram a medir constantemente, mesmo sem apresentar nenhum sintoma cardíaco, seus batimentos e realizarem eletrocardiogramas pelos smartwatches. Segundo Rosman, pacientes chegam às clínicas com "literalmente pilhas de papel com dados coletados pelos smartwatches".

Por mais que as ferramentas de monitoramento cardíaco sejam muito úteis para pacientes e médicos, casos como esse mostram que a preocupação excessiva com a saúde e fácil acesso a "exames" é um novo problema. O medo constante de estar passando por algum sintoma de cardiopatia, associado ao monitoramento cardíaco "na palma da mão" acaba sendo mais prejudicial que benéfico.

A professora contou que pacientes chegam a mostrar preocupação com dados interpretados erroneamente, como batimentos cardíacos elevados após praticar exercícios, e acreditar que quando um smartwatch não consegue fazer o monitoramento é porque eles estão com algum problema de saúde. Aí começa o efeito dominó que levou a senhora de 70 anos a realizar 916 eletrocardiogramas no aparelho.

Por estarem com medo de uma interpretação errada, como batimentos elevados após praticar exercícios, ou simplesmente porque o smartwatch não conseguiu examinar os batimentos na primeira vez, os pacientes continuam tentando fazer o exame.

14/08/2021 às 21:00
Notícia

Spotify: voce poderá baixar músicas em relógios Android com W...

Funcionalidade estará disponível para sistemas que estejam na versão 2.0 ou superior do WearOS

Continua após a publicidade

Esse comportamento pode aparecer também em outros dados analisados pelos smartwatches, como respiração e oxigênio no sangue. O momento de pandemia de Covid-19, que afeta esses dois fatores, pode contribuir para que algumas pessoas desenvolvam essa fixação, uma obsessão, em verificar os dados de respiração e oxigênio no sangue.

Para Lindsey Rosman, é necessário que as empresas fabricantes, médicos e stakeholders trabalhem junto para educar as pessoas sobre o uso dos smartwatches e dados obtidos dos dispositivos.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Felipe Freitas

Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia e adora jogos com histórias bem feitas. Não perde a chance de fazer uma Jojo Pose.

Vem aí as Smart TVs 4K baratinhas da Amazon! O que esperar? Fire TV OS + Prime Video + Alexa

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.