Ficou mais difícil mudar o navegador padrão no Windows 11
Créditos: Reprodução/Microsoft

Ficou mais difícil mudar o navegador padrão no Windows 11

Mudança torna o sistema mais confuso para usuários e preocupa empresas rivais como Firefox e Opera

09/08/2021 às 08:05
Notícia

Como restaurar o Explorador de Arquivos do Windows 10 no Wind...

É possível fazer isso com uma pequena alteração no Registro

Com a chegada do Windows 11, a Microsoft está dificultando ainda mais a escolha do navegador padrão de internet. Além das mensagens de confirmação promovendo o Microsoft Edge, a empresa realizou algumas mudanças que têm preocupado os concorrentes, incluindo Opera, Firefox e a própria Google

Ao instalar um novo navegador e tentar abrir um link com ele, você receberá o aviso usual para escolher qual programa deseja utilizar.

Contudo, caso não marque a opção “Sempre abrir este aplicativo…”, o padrão continuará sendo o Microsoft Edge. 

O problema em si não está nessa tela, mas sim no fato de que, se o usuário não selecionar a opção que comentamos, ele terá que navegar até as configurações de Aplicativos padrão, disponível em Configurações > Aplicativos > Aplicativos padrão. Depois, será necessário escolher o navegador desejado e configurar individualmente cada tipo de arquivo ou página a ser aberto por ele, incluindo HTTP e HTTPS para os endereços da web, além das extensões htm, html, shtml, xhtml e outras desejadas. 

Para cada uma delas que você alterar, a Microsoft vai exibir o aviso abaixo:

Tela de aplicativos padrão do Windows 11

A informação foi alvo de matéria no site The Verge. O repórter Tom Warren inclusive publicou algumas compilações mostrando o quanto o processo se tornou mais “chato” para os usuários:

Continua após a publicidade

Concorrentes se preocupam

Em resposta à mudança, diversas empresas manifestaram preocupação. A Vice-Presidente da Firefox, Selena Deckelmann, afirmou que “Desde o Windows 10, os usuários têm tido que tomar passos adicionais e desnecessários para selecionar e manter as suas configurações de navegador padrão”. 

Selena também destacou que essas barreiras são confusas e que parecem ter sido projetadas para dificultar a opção dos usuários por um navegador de internet que não seja desenvolvido pela Microsoft. 

O chefe da divisão de navegadores Opera, Krystian Kolondra, se manifestou de maneira similar, ressaltando que todos os donos de plataformas deveriam respeitar a escolha dos usuários.

Máquinas rodando Windows 11

Já a Google não se pronunciou diretamente. Contudo, Hiroshi Lockheimer, chefe da divisão de Android, Chrome e ChromeOS, foi ao Twitter e publicou uma mensagem criticando duramente a atitude da Microsoft. 

Ele diz: “Isso vindo da empresa que afirma ser a mais aberta, com ‘mais escolhas’. Eu espero que isso seja algo apenas da prévia para desenvolvedores e que a versão final do Windows 11 faça jus às afirmações [da Microsoft]. Isso está longe de ‘escolha’”. Confira o Tweet:

Continua após a publicidade

Há quem diga que a Google toma medidas ainda mais pesadas com seu sistema operacional Android. 

Uma tendência que se confirma?

Tom Warren ressalta que essa não é a primeira vez em que a Microsoft tenta “forçar” o uso dos seus navegadores de internet Internet Explorer e Edge como o padrão do sistema operacional. Desde o Windows 10 é exibida a mensagem de alerta quando o usuário tenta realizar a troca. 

Além disso, o sistema de widgets da Barra de Tarefas ignora completamente a seleção do navegador padrão definido pelo usuário, sempre recorrendo ao Edge para abrir itens como previsão do tempo, buscas da Cortana e notícias de todas as categorias, incluídas as esportivas. 

Tela de Widgets no Windows 11

O outro lado da moeda

Em sua própria defesa, a Microsoft afirma que as mudanças foram realizadas para dar ainda mais controle aos usuários, que agora poderão escolher programas específicos para cada tipo de arquivo. 

Respondendo à matéria de Warren, um representante da Microsoft afirmou que eles levaram em consideração o feedback dos usuários para tornar o controle dos aplicativos padrão mais granular, eliminando as antigas categorias de programas vistas no Windows 10. Ele disse ainda que a Microsoft está “constantemente ouvindo e aprendendo”, simbolizando que isso pode ser mudado futuramente, caso os usuários assim desejem. 

O Windows 11 já está disponível para participantes do programa Windows Insider dos canais para desenvolvedores e Beta. Apesar de não ter especificado uma data de lançamento, a Microsoft afirmou que o novo sistema operacional chega ainda em 2021, deixando várias pistas que apontam para o mês de outubro. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: The Verge
User img

Igor Pankiewicz

Conheça o celular 5G mais barato da Motorola

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.