GoPro se juntou à Amazon para processar fabricantes de acessórios piratas
Créditos: Divulgação GoPro

GoPro se juntou à Amazon para processar fabricantes de acessórios piratas

Fabricante está tomando uma postura mais dura com quem está copiando seus produtos

Com o passar dos anos diversas empresas começaram a copiar os gadgets da GoPro para oferecerem opções mais baratas para os usuários, durante muito tempo a fabricante das câmeras fez vista grossa para esses itens, mas ela chegou no limite. Isso porque a marca se juntou à Amazon para caçar os vendedores de produtos piratas na plataforma, algo que já está acontecendo com alguns produtos e vendedores sendo processado pelas empresas.

10/08/2021 às 21:35
Notícia

Evento Ao Vivo: Samsung Unpacked com revelação do Galaxy Z Fo...

Veja o que esperar do evento e tudo que já sabemos sobre as novidades da Samsung para o segundo semes...

Pelo que foi informado, atualmente elas já fizeram uma ação contra um grupo total de sete indivíduos e duas entidades que vendiam produtos iguais da GoPro. Dentre essas empresas está a The Handler, que vendia uma versão mais barata do bastão para segurar a câmera que fez um certo sucesso.

Esse é apenas um de diversos produtos que podem ser encontrados para as câmeras de ação da GoPro com o preço reduzido, que são bastante comuns em sites como Amazon e AliExpress. Mas, como esse processo das duas empresas mostra, existe uma linha muito fina entre fazer um acessório mais barato e piratear um original, e agora a fabricante está começando a caçar todo aparelho que por parecer uma copia de algum seu.


Créditos: Divulgação Amazon

"Quando os falsificadores tentam vender em nossa loja, eles não apenas violam os direitos de propriedade intelectual de empresas como a GoPro, mas também enganam os consumidores e prejudicam a reputação da Amazon como um lugar para comprar produtos autênticos.” }
- Afirmou o Diretor da Unidade de Crimes de Falsificação da Amazon, Kebharu Smith.

A ação conjunta entre GoPro e Amazon é apenas uma das várias que a gigante varejista deve realizar nos próximos anos, isso porque em junho de 2020 ela lançou sua Unidade de Crimes Falsificados visando combater esses produtos ilegais. Ao todo, a empresa afirma ter investido mais de US $ 700 milhões e contratado 10.000 pessoas para trabalhar no seu novo setor.

10/08/2021 às 17:39
Notícia

TIM, Claro, Oi e Vivo são investigadas por suposta propaganda...

Senacom alega que operadora utilizaram sigla de forma indevida para promover planos aos clientes

Continua após a publicidade

Além de procurar e remover esses vendedores da sua loja, a Amazon também está sendo mais criteriosa na hora de aceitar novos vendedores, com a gigante do varejo afirmando que atualmente apenas 6% das novas contas de vendedor criadas são aprovadas no registro da empresa. Com essa novidade, é bem possível que os dias de encontrar modelos “iguais mas só que mais baratos” estão chegando ao fim, isso porque mais gigantes da tecnologia devem se juntar a ela no combate a pirataria. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Amazon, DigitalCameraWorld
User img

Willian Ferreira

Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

Instalando SSD no PS5 [SHORTS]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.