Windows 11 já pode ser executado em Macs com o Parallels Desktop 17
Créditos: Reprodução/Parallels

Windows 11 já pode ser executado em Macs com o Parallels Desktop 17

Nova versão do software de virtualização também introduz o suporte para o macOS Monterey

Depois de introduzir o suporte para Macs com chip Apple M1 na versão 16.5, o Parallels Desktop 17 agora introduziu o suporte oficial para o Windows 11. Com isso os usuários do macOS poderão criar e executar máquinas virtuais com o novo sistema operacional em seus Macs. O Windows 11 será lançado no final deste ano e já é possível testá-lo como parte do Programa Windows Insider – saiba mais aqui.

Windows 10 ARM já pode ser executado
em Macs com Apple M1

Para quem não sabe, o Parallels Desktop 17 é a versão mais recente da solução de virtualização da Parallels que permite a criação e execução de máquinas virtuais no macOS. Ele pode ser considerado como uma alternativa a outras soluções como o VirtualBox da Oracle e o VMware Fusion. De acordo com a Parallels, a versão 17 é otimizada tanto para o Windows 11 como para o macOS Monterey.

Além do suporte para os dois novos sistemas operacionais da Apple e da Microsoft, o Parallels Desktop 17 também traz melhorias no desempenho do software executado em Macs com chip Apple M1 e em Macs com processadores Intel. Ele também traz outras novidades como drivers de vídeo melhorados para oferecer uma melhor experiência com jogos no Windows, máquinas virtuais com Windows 10 agora reconhecem o status da bateria dos Macs com chip Apple M1 e habilita o modo de economia de energia quando a bateria estiver acabando, o suporte para a versão virtualizada do chip TPM (Trusted Platform Module) permite que máquinas virtuais com Windows 10 e Windows 11 utilizem a criptografia de disco BitLocker e a Inicialização Segura (Secure Boot) e os usuários podem arrastar e soltar conteúdo do Mac para o Windows e vice-versa.

Windows 11 já pode ser executado em Macs com o Parallels Desktop 17
Reprodução/Parallels

A versão 17 do Parallels Desktop também adiciona suporte para o padrão USB 3.1, o que deve possibilitar o uso de dispositivos de armazenamento externo ainda mais rápidos. Um vídeo destacando as novidades na versão 17 pode ser visto abaixo:

"O Parallels Desktop 17 para Mac continua a oferecer melhorias de desempenho e estabilidade, bem como recursos inovadores e fáceis de usar em Macs com processadores Intel e com Apple M1, oferecendo aos usuários a experiência mais avançada de Windows-no-Mac de todos os tempos. Em colaboração com a Apple, estamos entusiasmados por ter criado o primeiro protótipo mundial de uma máquina virtual macOS Monterey funcionando em um Mac com chip Apple M1".
-- Nick Dobrovolskiy, vice-presidente sênior de engenharia e suporte da Parallels

O Parallels Desktop 17 está disponível em parallels.com/desktop e a edição Standard custa US$ 49,99 como upgrade para uma licença perpétua, US$ 79,99 como assinatura anual ou US$ 99,99 para uma nova licença perpétua. Os usuários também podem baixar uma versão de avaliação que pode ser utilizada gratuitamente por até 14 dias.

Continua após a publicidade

Instruções para a criação de máquinas virtuais do Windows 11 e do macOS Monterey no Parallels Desktop 17 estão disponíveis em parallels.com/blogs/windows11 e parallels.com/blogs/macos-monterey.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Neowin.net, Parallels
User img

Fabio Rosolen

Conheça o celular 5G mais barato da Motorola

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.