Google anuncia smartphones Pixel 6 e Pixel 6 Pro com chip Tensor e Inteligência Artificial

Google anuncia smartphones Pixel 6 e Pixel 6 Pro com chip Tensor e Inteligência Artificial

Novos aparelhos vão competir no segmento top de linha e trazem visual impactante. Veja tudo o que foi revelado pela Google

A Google acaba de revelar os seus novos smartphones, o Pixel 6 e o Pixel 6 Pro. O anúncio foi realizado no Twitter e em uma publicação do Blog do Android, na qual ela detalhou algumas das novidades mais importantes dos aparelhos, incluindo o visual, os diferentes tamanhos, tecnologias e principalmente o novo processador (SoC) Tensor, produzido internamente. 

Confira a seguir tudo o que sabemos sobre os novos Pixel 6 e Pixel 6 Pro.

Visual arrojado, de ponta a ponta

Começando pelo exterior, a característica mais marcante dos novos Pixel 6 e 6 Pro é a barra horizontal, que fica em destaque na parte de trás dos aparelhos. 

Com uma espessura consideravelmente maior do que a do restante do corpo, ela abriga o conjunto de câmeras dos smartphones e traz uma releitura mais moderna da barra utilizada no antigo Google Nexus 6P. 

Novos Google Pixel 6

A barra horizontal também serve para diferenciar os dois modelos. No Pixel 6 ela é mais fosca, com acabamento completamente preto. Já no modelo 6 Pro a barra parece mais brilhante, tendo acabamentos metálicos acima e abaixo da peça. A própria Google destaca que uma forma fácil de identificar os dois aparelhos é ver qual tem a parte de cima maior (no caso, o Pixel 6 Pro). 

A frente do smartphone é um modelo quase padrão quando falamos de smartphones top de linha modernos: uma tela que ocupa praticamente todo o corpo do aparelho, com um hole punch central para a câmera de selfies e videochamadas dos novos Google Pixel 6 e 6 Pro. 

Ambos os modelos serão vendidos em 3 cores diferentes. Confira nas imagens abaixo:

Continua após a publicidade

Cores do novo Google Pixel 6

Google Tensor SoC, o cérebro dos novos Pixel

O principal destaque com a revelação dos novos Pixel foi o anúncio Processador Tensor SoC (System on a chip). O chip foi desenvolvido internamente pela Google, em um movimento bastante similar ao utilizado por fabricantes como Apple (Série A e M1), Huawei (Kirin) e Samsung (Exynos). 

SoC Google Tensor

O nome vem das unidades de processamento Tensor (Tensor Processing Units - TPU) que a Google utiliza em seus data centers. Segundo a unidade de hardware da Google, o design do chip começou há quatro anos atrás (possivelmente na mesma época da aquisição da fabricante HTC). 

Inteligência Artificial para o seu dia a dia

O processador Tensor equipará as duas versões do smartphone. O chip é especializado em acelerar diversas rotinas de Machine Learning (ML) e Inteligência Artificial (IA). O objetivo é melhorar a experiência de usuário.. 

Um exemplo citado foi o uso de unidades especializadas do Tensor para o reconhecimento de fala, algo que deve acelerar consideravelmente as interações com o Google Assistente. Essas mesmas unidades podem trabalhar com legenda, tradução, ditado, comandos de voz e muito mais, sem sobrecarregar o funcionamento do processador como um todo. 

O chefe da divisão de Hardware do Google, Rick Osterloh, não forneceu detalhes sobre o número de cores ou clocks do Tensor, mas ele frisou que o resultado nos benchmarks de desempenho será digno dos melhores do mercado.

O jornalista Dieter Bohn, do site The Verge, destaca que até o momento sabe-se que dois dos componentes foram projetados especificamente pela Google: a unidade de processamento Tensor, responsável pela aceleração de todas as rotinas de Inteligência Artificial do smartphone, e um novo chip chamado Titan M2, responsável pela parte de segurança. 

Continua após a publicidade

A utilização de um chip próprio dá mais controle sobre o funcionamento do smartphone para a Google, que poderá otimizar diversos processos e o desempenho do smartphone ao máximo. 

A mudança também reduz a dependência dela de outras fornecedoras. As gerações anteriores da linha Pixel utilizavam processadores Snapdragon, produzidos pela Qualcomm.

Novo sensor para fotos ainda melhores

Na demonstração realizada a alguns jornalistas convidados, as capacidades do processador Tensor foram usadas para estabilizar e melhorar a qualidade de vídeos, produzindo resultados impressionantes, segundo o YouTuber Marques Brownlee (MKBHD).

Outro teste foi feito com uma foto borrada de uma criança: ao ser tratada com o processamento Tensor, ela ganhou nitidez e detalhes que estavam ausentes na versão original da imagem. 

Mas a melhoria não é apenas resultado do processamento: Pixel 6 e Pixel 6 Pro virão com um novo sensor de imagens. Os modelos terão câmeras com lentes Wide e Ultrawide para capturas amplas. A versão Pro contará ainda com uma terceira lente, do tipo Telefoto com zoom de 4X.

Infelizmente, mais detalhes, como a quantidade de Megapixels, não foram revelados pela empresa.

Pixel 6 Pro

Especificações e lançamento do Google Pixel 6 e Pixel 6 Pro

Como o novo top de linha da Google, o Pixel 6 já virá equipado de fábrica com o Android 12, exibindo animações fluidas e uma navegação bem responsiva na interface Material You. O smartphone menor (Pixel 6) terá uma tela de aproximadamente 6,4 polegadas com taxa de atualização de 90 Hertz. 

O irmão maior, o Pixel 6 Pro, oferece uma tela de 6,7 polegadas, com taxas de atualização de 120 Hz para uma experiência ainda mais responsiva de navegação. 

O resultado nos benchmarks de desempenho será digno dos melhores do mercado

 

Apesar de todos os detalhes revelados até aqui, o anúncio dos novos Pixel 6 e Pixel 6 Pro vem sendo encarado como uma espécie de teaser, já que diversos aspectos e especificações técnicas do aparelho ainda não foram comentados. É bastante provável que a Google faça um evento dedicado em outubro para mostrar benchmarks e a data de lançamento.

Confira a seguir todas as especificações reveladas do Google Pixel 6 e do Google Pixel 6 Pro:

Pixel 6

  • Tela: 6,4 polegadas (FHD+)
  • Refresh Rate: 90 Hz
  • Câmeras: Wide e Ultra-Wide - Novo sensor de imagem
  • Processador: Google Tensor SoC
  • Sensor de digitais: Sim, embutido no display
  • Sistema Operacional: Android 12

Pixel 6

Pixel 6 Pro

  • Tela: 6,7 polegadas 
  • Refresh Rate: 120 Hz
  • Câmeras: Wide, Ultra-Wide e Telefoto (4X Zoom)  - Novo sensor de imagem
  • Processador: Google Tensor SoC
  • Sensor de digitais: Sim, embutido no display
  • Sistema Operacional: Android 12

Pixel 6 Pro

Pixel 6 e Pixel 6 Pro: smartphones High-end de verdade

No passado, a estratégia da Google para smartphones girava em torno da seleção de features essenciais ligados a baixo custo, algo que resultava em aparelhos com um visual mais simples do que o dos concorrentes ou em algumas limitações de hardware. 

Para os novos Pixel 6 e Pixel 6 Pro a mentalidade é outra. Osterloh afirma que essa é a primeira vez em que a Google acredita ter criado um smartphone flagship de ponta a ponta. Isso inclui a tecnologia, os componentes e os materiais utilizados na construção.

Contudo, a expectativa é de que a nova linha tenha um preço tão alto quanto o dos concorrentes, com alguns veículos citando a faixa dos 1.000 dólares. Considerando que ainda restam muitos dados a serem revelados, teremos que aguardar pelo anúncio oficial da Google. 

Como de costume, ainda não há previsão de lançamento dos novos Pixel 6 e 6 Pro no Brasil.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: The Verge Fonte: Google
User img

Igor Pankiewicz

Vem aí as Smart TVs 4K baratinhas da Amazon! O que esperar? Fire TV OS + Prime Video + Alexa

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.