Procon-SP estuda proibir pagamentos de delivery no ato da entrega
Créditos: Reprodução/Jon Tyson/Unsplash

Procon-SP estuda proibir pagamentos de delivery no ato da entrega

A justificativa é a de que golpes aplicados por entregadores cresceram 136% desde 2020

O Procon-SP anunciou na quinta-feira que está analisando a possibilidade de proibir o pagamento de compras em aplicativos de delivery no ato da entrega, permitindo apenas o pagamento online. A justificativa seria evitar golpes aplicados por entregadores, já que o número de reclamações sobre isso registradas em 2021 até agora foi 136% maior do que o no mesmo período no ano passado.

De acordo com dados do próprio órgão de defesa do consumidor, entre janeiro e julho de 2020, as reclamações de golpes contra os aplicativos iFood, Rappi e Uber Eats totalizaram 144. No mesmo período este ano, as três plataformas somaram 341 reclamações, sendo 123 do iFood, 124 do Rappi e 94 do Uber Eats.


Reprodução/Rowan Freeman/Unsplash

Considerando esses dados, as novas medidas — que ainda estão sendo estudadas — visariam proteger os usuários de cobranças indevidas por cartões. As principais reclamações se direcionam a um tipo de golpe no qual os valores cobrados no cartão são maiores do que o preço real, e os consumidores só percebem após a efetivação. Além disso, mesmo entrando em contato com os aplicativos, acabam não conseguindo reaver o dinheiro.

Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, explicou o seguinte:

Como medida de prevenção, o Procon-SP já vem orientando os consumidores a efetuarem os pagamentos de forma online e nunca no momento da entrega, de modo que o contato entre cliente e entregador seja exclusivamente para receber a mercadoria.

 

28/07/2021 às 16:49
Notícia

Nova lei autoriza São Paulo a cobrar taxas de aplicativos com...

O prefeito, Ricardo Nunes, afirmou que esta é uma forma de compensar a cidade pelos impactos na infra...

Os valores reclamados pelos consumidores já ultrapassam R$ 1,3 milhão de reais, sendo R$ 695 mil entre janeiro e julho do ano passado e R$ 650 mil no mesmo período deste ano. Por isso, além do pagamento online, o Procon-SP recomenda total atenção ao valor cobrado ao receber as compras, nunca entregar o cartão e desconfiar quando o entregador disser que é necessário passar algum valor extra.

Continua após a publicidade

O órgão também pede atenção para um outro tipo de golpe. Na animação abaixo, há uma demonstração de uma manobra em que o entregador finge utilizar a lanterna do celular para iluminar o ambiente, quando na verdade está filmando os dados do cartão.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Canaltech Fonte: Procon-SP
User img

Iraci Falavina

Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Iraci é apaixonada por games,principalmente se tiverem uma boa história. Também se interessa por animes e cinema e não recusa uma boa xícara de chá. Editora-chefe do programa de jogos do curso, o Insira a Ficha.

Conheça o celular 5G mais barato da Motorola

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.