Edital do 5G será analisado pelo TCU em 18 de agosto
Créditos: Getty Images

Edital do 5G será analisado pelo TCU em 18 de agosto

Ministro das Comunicações diz que até o final do ano algumas capitais brasileiras poderão contar com sinal 5G

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou que o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou para o dia 18 de agosto a análise do edital do 5G. O comunicado foi feito durante a coletiva de imprensa na última quarta-feira (14) no Palácio do Planalto.

De acordo com o ministro, após a votação do tribunal, o edital será encaminhado em até cinco dias para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e com mais sete dias poderá ser publicado pelo órgão.

29/08/2020 às 15:00
Artigo

5G, IA, Wi-Fi 6, Edge Computing, IoT: entenda como o futuro s...

Com essas tecnologias juntas, o potencial de mudança e desenvolvimento é enorme

"O edital do 5G será votado no tribunal de Contas da União no dia 18 de agosto, às 10 horas da manhã, em uma reunião extraordinária. Então já temos dia e hora da votação do TCU", ressaltou o ministro Fábio Faria. Com a data definida, a expectativa do governo federal é realizar o leilão do 5G ainda este ano, beneficiando todas as capitais até julho de 2022. 

As próprias empresas de Telecom têm nos garantido que as obrigações do edital, que é colocar nas 27 capitais até julho do ano que vem está mantida. Inclusive, podemos ter até o final deste ano, algumas capitais com 5G funcionando, de acordo com o feedback que eu recebi das empresas, disse o ministro.

 

Atualmente, o 5G está disponível no Brasil de uma forma diferente do 5G “puro” standalone. O que temos no país é o 5G DSS, sigla de Compartilhamento Dinâmico de Espectro, do inglês Dynamic Spectrum Sharing. Esse tipo de conexão compartilha das frequências do 4G e/ou 3G, possui recursos da tecnologia de quinta geração ainda não implementada, mas atinge velocidade inferior ao do 5G standalone. 

Leia também: Governo Biden quer Huawei fora de leilão 5G do Brasil

O 5G DSS é um primeiro passo para a oficialização do 5G no Brasil. A versão simplificada da rede de quinta geração garante velocidade que chega até 400Mbps, isto é, até 12x mais rápido que o 4G. No entanto, não chega perto de 1 a 10 Gbps que o 5G oficial pode alcançar. Para além da velocidade de internet, com o 5G standalone é possível atingir maior largura de banda, menor latência e também maior densidade, o que significa mais dispositivos conectados ao mesmo tempo, sem perder a qualidade do sinal.

Continua após a publicidade

Faria argumentou que até dezembro de 2021 algumas capitais brasileiras poderão contar com sinal 5G "puro" (standalone). O ministro destacou que o 5G também chegará a portos e aeroportos do país, além de potencializar diversos setores da economia. A estimativa é que o agronegócio tenha um crescimento do PIB de 20% ao ano, já que toda a linha de produção poderá ser conectada.

User img

Bianca Nery

Quase jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina. É marvete e entusiasta de jogos antigos de Playstation 2. Joga no expert no Guitar Hero e é grande fã do Jorge Ben.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.