Golpe do Saque do FGTS: o que é e como se proteger
Créditos: Capitalist/Reprodução

Golpe do Saque do FGTS: o que é e como se proteger

Bandidos requerem uma proposta falsa de cadastro e roubam dados pessoais dos trabalhadores

Um golpe que se tornou popular em 2020, logo após o Governo Federal liberar o saque do FGTS no início da pandemia, está de volta. O golpe do saque do FGTS já foi detectado mais de 10 mil vezes entre janeiro e maio de 2021, segundo informações da PSafe.

13/04/2021 às 18:58
Vídeo

CUIDADO! Este golpe na OLX clona WHATSAPP e rouba seus dados

Criminosos utilizam pandemia e anúncios falsos como pretexto para clonar contas

Os criminosos se utilizam de páginas de cadastro falsas e promessas enganosas, como a da suposta liberação de novos saques emergenciais, para atrair as vítimas e roubar seus dados pessoais. De posse dessas informações eles utilizam os dados para realizar saques e ficar com o dinheiro das vítimas.

Golpe não é novo, mas foi repaginado

A principal forma de evitar golpes como o do Saque do FGTS é evitar clicar em links suspeitos ou de procedência duvidosa. Mensagens enviadas por SMS e WhastApp são as iscas mais comuns e o usuário deve ficar atento: se o conteúdo recebido não foi solicitado, não clique no link e não o passe adiante.

O que muda, portanto, é a roupagem do golpe. Aplicado das mais diversas formas, ameaças como essas já foram detectadas mais de 2,3 milhões de vezes somente em 2021. É como se um tentativa de golpe fosse detectada a cada 6 segundos. Infelizmente, o número de vitimas provenientes desse tipo de roubo ainda é grande.

“Costumamos identificar muitos golpes de phishing enviados por SMS, em que o cibercriminoso se passa por um banco solicitando o bloqueio ou desbloqueio de um cartão de crédito através de um link, ou pedindo a confirmação de dados bancários supostamente para bloquear uma compra não autorizada. A vítima, aflita e com medo de estar sofrendo uma fraude, é convencida a informar dados sensíveis que serão utilizados nos golpes”, alerta Emilio Simoni, diretor do dfndr lab da PSafe.

Os riscos se tornaram ainda maiores desde o início de 2021, quando dados de mais de 100 milhões de assinantes de contas de celulares foram vazados na Dark Web.

Continua após a publicidade

Algumas dicas para evitar cair em golpes como esse:

  • Tenha cuidado ao clicar em links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais. Nunca informe dados bancários em sites ou aplicativos dos quais desconhece a procedência.
  • Não compartilhe links de procedência duvidosa. Na dúvida sobre se um link é de fato seguro, realize a checagem gratuita no site do dfndr lab, da PSafe.
  • Evite utilizar redes Wi-Fi públicas ou sem senha para realizar transações financeiras.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

User img

Wikerson Landim

Jornalista desde 2003, atualmente é Editor dos sites Mundo Conectado e Adrenaline. Em quase duas décadas, foi editor de diversos sites de tecnologia, games e entretenimento, além de produtor de conteúdo para sites corporativos. Nas horas vagas assume o volante para dirigir caminhões no Euro Truck e em todos os jogos de corrida que surgirem pela frente.

Conheça o celular 5G mais barato da Motorola

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.