Google promete remover todos os cookies até o final de 2023
Créditos: Reprodução/phonearena

Google promete remover todos os cookies até o final de 2023

Anteriormente o prazo máximo era até 2022, mas foi adiado para adaptação de tecnologias chave

A Google acaba de anunciar que está adiando o seu prazo para remoção de cookies, de sites terceiros, do seu navegador Chrome. Anteriormente a data estipulada pela empresa era 2022. No entanto, agora a empresa espera que os cookies sejam coisa do passado até o final de 2023. Segundo o site 9to5google, o motivo são tecnologias chaves, necessárias para fazer migração.

Os cookies são conhecidos pela maioria das pessoas como aquele aviso, quando praticamente todo site é acessado. Na verdade, quando aceitamos, estamos permitindo que nossos dados sejam coletados por esse site. Assim, é possível personalizar o uso do navegador, bem como os anúncios que são colocados para cada pessoa. 

Em 2019 a Google anunciou a iniciativa do Privacy Sandbox, um jeito de preservar a privacidade de seus usuários. O intuito é coletar o mínimo de dados possível, garantindo menos invasão no modo como cada um usa a internet. No entanto, esse é um passo complicado, por interferir diretamente na arrecadação de lucro da gigante de tecnologia. 

Os principais negócios da Google estão nos seus serviços de publicidade e AdSense. Quanto mais dados e informações sobre o usuário é coletado, maior é o lucro obtido no envio de anúncios personalizados. Portanto, menos coleta implica em menor arrecadação. 

Apesar disso, a ideia é extinguir os cookies de todos os sites terceiros. Anteriormente a empresa dizia que os usuários iriam se livrar dessa solicitação em 2022. No entanto, um novo anúncio informou que o prazo é até o final de 2023. A remoção será progressiva. O Google vai começar no início do ano, com o objetivo de excluir totalmente até dezembro.

04/03/2021 às 16:09
Notícia

Google promete não usar tecnologia invasiva após se livrar de...

Empresa está no processo de bloquear funcionalidade de rastreamento no Chrome

Segundo o site 9to5google, o adiamento se deve a necessidade de adição de algumas "tecnologias chave". Entre elas está o "FLoC amplamente desativado", que é um algoritmo que permite a seleção de anúncios, sem precisar compartilhar o comportamento de navegação. Além dessa, também estão outras APIs para a privacidade de cada usuário. 

Continua após a publicidade

Plano de ação para remoção dos cookies, compartilhadas pela Google:

  • Estágio 1 (começando no final de 2022): Assim que os testes forem concluídos e as APIs forem lançadas no Chrome, anunciaremos o início do estágio 1. Durante o estágio 1, os editores e a indústria de publicidade terão tempo para migrar seus serviços. Esperamos que esse estágio dure nove meses e monitoraremos a adoção e o feedback cuidadosamente antes de passar para o estágio 2.
  • Estágio 2 (começando em meados de 2023): o Chrome eliminará gradualmente o suporte para cookies de terceiros ao longo de um período de três meses, terminando no final de 2023.*

*Transcrição do anúncio oficial da Google.

Essas ações são uma busca da Google para tornar a navegação um pouco menos invasiva. No entanto, ainda há um grande caminho a ser percorrido. A coleta de informações é parte importante dos lucros da empresa, o que se torna um desafio para a remoção total. 

Via: 9to5google, PhoneArena
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.