Novo filme do Senhor dos Anéis vai ser anime retratando a "Guerra dos Rohirrim"
Créditos: Warner (Sombras da Guerra)

Novo filme do Senhor dos Anéis vai ser anime retratando a "Guerra dos Rohirrim"

Produção vai focar na história de Helm Mão-de-Martelo, o rei de Rohan

Fãs de Senhor dos Anéis estão se preparando para retornar à Terra-Média com a série live action já anunciada pela Amazon, mas o passeio não precisa parar por aí, aparentemente. O site Deadline reporta que a Warner e a New Line já estão trabalhando juntas no próximo filme longa metragem baseado no universo de J.R.R. Tolkien, mas talvez o formato da produção divida opiniões: estamos falando de um anime, retratando a Guerra dos Rohirrim, em Rohan.

Enquanto provavelmente muitos fãs preferiam ver mais um filme com atores reais retratando a Terra-Média, ou talvez uma animação no estilo ocidental, com certeza temos também uma boa parcela de entusiastas que ficarão felizes com o estilo anime da nova produção. Ela será liderada pelo diretor Kenji Kamiyama, que encabeçou outros projetos ambiciosos como Blade Runner: Black Lotus e a série Ghost in the Shell: Stand Alone Complex.

A fim de expandir o universo da Terra-Média, que já teve sua história principal contada nos cinemas pelo diretor Peter Jackson, os produtores estão buscando as histórias contadas nos apêndices dos livros. A Guerra dos Rohirrim se passa 250 anos antes dos eventos da trilogia que mostra as aventuras de Frodo e sua Sociedade do Anel. 

O anime vai focar na história do rei de Rohan, chamado Helm Mão-de-Martelo. A história de Tolkien retrata o rei como uma figura lendária, que inspirou os Rohirrim a virar o jogo numa guerra que estavam perdendo contra as forças invasoras dos Terrapardenses.

19/12/2019 às 18:04
Notícia

Amazon procura pessoas para interpretar orcs em série de Senh...

Estúdio também revelou que a segunda temporada já está em produção

Com tantas produções cinematográficas, seriados e vídeo games sendo adaptados sobre as obras de Tolkien, vale lembrar que o autor, em vida, sempre foi contra essas adaptações. Ele recusou muitas ofertas de produções parecidas antigamente, e seu filho, Christopher Tolkien, manteve a mesma postura quando herdou o controle intelectual das obras de seu pai. Custou muito dinheiro para ele abrir uma exceção para a trilogia de filmes liderada por Peter Jackson que começou em 2001.

O sucesso dos filmes e a saída de Christopher Tolkien da liderança das propriedades de seu pai trouxe muito mais abertura para futuras adaptações, então devemos ver bem mais dessas produções no futuro - com diferentes resultados finais em sua qualidade.

Fonte: Olhar Digital
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.