Assinaturas no Apple Podcasts para remunerar criadores serão lançadas em 15 de junho
Créditos: Apple

Assinaturas no Apple Podcasts para remunerar criadores serão lançadas em 15 de junho

Criadores de conteúdo em áudio vão receber 70% do preço de assinatura, mas porcentagem pode chegar a 85% quando um assinante pagar por um ano de serviço

A Apple lançará as assinaturas da plataforma Apple Podcasts na próxima semana, em 15 de junho. As “Apple Podcasts Subscriptions” são novas formas de criadores de conteúdo em áudio monetizarem seus podcasts. Inicialmente o programa estava previsto para ser lançado em maio, mas para garantir a melhor experiência possível, a Apple atrasou o lançamento.

O lançamento do programa foi confirmado depois que a Apple enviou um e-mail para os criadores de conteúdo da plataforma. No comunicado, a empresa informou sobre a data do início das assinaturas pagas e anunciou a chegada dos Canais, podcasts selecionados por temas. 

No e-mail enviado, a Apple enfatizou a importância de ter artes de capa “simples, reconhecíveis e legíveis”. Para fazer as “assinaturas brilharem”, a empresa aconselhou comunicar claramente os benefícios oferecidos da assinatura e também que os criadores de conteúdo da plataforma certifiquem-se da qualidade do áudio para realmente oferecer uma experiência premium. 

O valor das assinaturas pagas é definido pelos criadores. Também será possível oferecer o serviço com pagamento anual. Se desejarem, os produtores de podcasts podem oferecer episódios como amostras gratuitas para os ouvintes. 

Outros benefícios que os criadores podem oferecer com a assinatura premium são: 
- Conteúdo sem anúncio
- Episódios adicionais
- Acesso antecipado a conteúdos
- Programas exclusivos
- Acesso a episódios passados

Para participar do Programa de Podcasts da Apple é necessário pagar uma taxa anual de R$ 109,90. Depois de ingressar no Programa, o criador de conteúdo poderá carregar áudio para assinantes no Apple Podcasts Connect. O podcast deve ser carregado através do Apple Podcasts Connect para que possa ser protegido usando o DRM (Digital Rights Management). Em seguida, será necessário criar um canal, adicionar benefícios por assinatura e enviá-lo para revisão. Todo o conteúdo está sujeito a análise e deve cumprir as diretrizes de conteúdo da Apple.

Com o apoio financeiro no Apple Podcasts, os criadores de conteúdo em áudio recebem 70% do preço de assinatura em cada ciclo de faturamento, com exceção dos impostos aplicáveis. Depois que um assinante acumula um ano de serviço pago, a receita líquida aumenta para 85% do preço de assinatura, menos impostos aplicáveis. Outras receitas de podcasts — incluindo qualquer anúncio — permanecerá 100% do criador.

Fonte: Apple, Apple, Apple
User img

Bianca Nery

Quase jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina. É marvete e entusiasta de jogos antigos de Playstation 2. Joga no expert no Guitar Hero e é grande fã do Jorge Ben.

Entenda o Mini LED e Micro LED: TVs com mais contraste, brilho e menos limitações

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.