Celular com tela dobrável da Xiaomi usará quase 100% da tela
Créditos: Divulgação/Xiaomi

Celular com tela dobrável da Xiaomi usará quase 100% da tela

Chinesa registrou a patente de um novo "módulo de tela flexível"

A Xiaomi acaba de publicar uma nova patente de código: CN112839115A. Esse registro é sobre um "módulo de tela flexível" com proporção de quase 100%. Ou seja, o display cobre praticamente todo o smartphone, com pouquíssimas intervenções. Ainda não é possível quando essa novidade será lançada.

É necessário lembrar que uma patente registra uma ideia, para que ela não seja executada por outra empresa. Assim, garante a propriedade intelectual sobre o design, podendo usar livremente, sem problemas de autoria. É muito comum que muitas patentes nunca cheguem ao mercado, devido a problemas no desenvolvimento. Ou seja, apesar da Xiaomi ter oficialmente cadastrado essa ideia, isso não significa que um smartphone com essas características será lançado, mas é muito provável que sim.

Dito isso, a patente foi revelada pelo site chinês ITHome, que também deu alguns detalhes extras. Segundo a publicação, a tecnologia de exibição apresenta regiões divididas em duas áreas com mecanismos de dobradiças. Na segunda região (como se fosse a parte superior) está presente o sistema de câmeras, que se move juntamente com o mecanismo que permite a dobra. 

O ITHome informa que não há uma câmera pop up, ou qualquer outro modelo. Quando o usuário quiser fazer suas capturas ele irá fazer o movimento de dobra do aparelho. A segunda tela pode ser usada como uma lente frontal normal e também pode mostrar as câmeras da traseira do aparelho.

16/04/2021 às 18:28
Notícia

Xiaomi vendeu mais de 30.000 Mi Mix Folds em apenas um minuto

Primeira disponibilidade do aparelho esgota o estoque e rende mais de US$ 60 milhões

Muitas empresas já fazem uma opção semelhante. O smartphone não apresenta dois conjuntos de câmeras separados - um para selfies e outro para capturas na traseira -, mas apenas um que consegue se adaptar nos dois cenários. A ASUS, por exemplo, faz isso com uma câmera flip, que consegue oferecer a mesma qualidade para selfies e fotos traseiras.

A Xiaomi usaria o mesmo conceito, mas de um modo totalmente inédito. A câmera estaria na dobra do dispositivo, que se moldaria de acordo com o uso. Quando as lentes não são necessárias o usuário fica com o display livre, sem intervenções. Ou seja, a proporção tela corpo seria de praticamente 100%. 

Continua após a publicidade

É um pouco difícil imaginar como esse sistema funciona, sem uma demonstração prática. Geralmente, tecnologias inéditas parecem não fazer sentido no registro da patente, mas pode ser uma opção para solucionar o problema do entalhe no display. 

Ainda não há informações extras sobre esse dispositivo. Até o momento apenas a imagem da patente foi revelada, algo que não deixa muito claro. Será necessário aguardar que o desenvolvimento da Xiaomi avance e o aparelho chegue ao mercado.

Via: GizmoChina
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.