Táxis voadores podem ser viáveis a partir de 2024 em território europeu
Créditos: Divulgação | EASA

Táxis voadores podem ser viáveis a partir de 2024 em território europeu

Regulador de aviação da EASA foi o responsável pela informação

Durante boa parte do século XX, filmes e livros com temáticas futuristas sempre tinham algo em comum: no ano 2000 imaginado por pessoas daquele período histórico, achavam que seriam comuns carros voadores.

Mais de 20 depois depois do tão aguardado ano 2000, cá estamos. Em uma realidade com muitas tecnologias que antes eram consideradas impossíveis, mas sem os infames carros voadores. Segundo, Patrick Ky, diretor-executivo da Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA), a partir de 2024 pode começar a se tornar viável o uso de táxis aéreos para transporte de passageiros e de outras cargas sensíveis. E dentro de mais 5 anos, por volta de 2030, é estimada a possibilidade dos veículos em questão serem autônomos.

Créditos: gizmochina.com

(Créditos: gizmochina.com)

Obviamente, todo esse processo pode demorar um pouco mais do que o esperado, porque são necessários incontáveis testes para avaliar potenciais de riscos, e também para estipular se será viável voos em grandes cidades. Em um primeiro momento, pilotos serão treinados para o transporte, além de passageiros, mas de cargas específicas, como medicamentos.

Créditos: gizmochina.com

(Créditos: gizmochina.com)

Além de todos os cuidados de segurança que devem ser adotados, os ruídos que esses veículos emitirão serão previamente analisados, para evitar perturbações aos moradores e transeuntes locais.

Continua após a publicidade

05/05/2021 às 10:55
Notícia

Ambev realiza primeiro teste com drone entregando bebidas - v...

A gigante do ramo de bebidas dá primeiro passo em direção ao futuro

A startup alemã, Volocopter, junto com outras empresas, está avaliando a disponibilidade dessa tecnologia já para os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. Seria a ocasião perfeita para demonstrar ao mundo inteiro uma evolução digna de filmes de ficção científicas.

De acordo com pesquisas levantadas pela EASA, 83% dos entrevistados demonstraram um posicionamento positivo às ideias propostas, principalmente no que se refere a transporte de carga emergencial, como medicamentos. Porém, por se tratar de veículos aéreos que irão transitar em cidades extremamente populosas, regulações rígidas devem ser adotadas para que a segurança de todos os envolvidos, diretamente e indiretamente, sejam preservadas - assim como os cuidados necessários com o excesso de barulho, conforme mencionado anteriormente.

Fonte: gizmochina.com, istoedinheiro.com.br
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) em 2019. Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.