Amazon Music Unlimited não irá cobrar tarifa adicional ao oferecer áudio lossless
Créditos: Divulgação | Amazon

Amazon Music Unlimited não irá cobrar tarifa adicional ao oferecer áudio lossless

Concorrência com Apple Music traz bons frutos ao consumidor

A concorrência pode trazer bons resultados para clientes. Isso é uma verdade em inúmeros segmentos. Nos serviços de música por streaming não é exceção: após a Apple Music anunciar que iria disponibilizar, sem custos extras, músicas em alta qualidade, a sua concorrente resolveu reagir com as mesmas ferramentas: os assinantes da Amazon Music Unlimited, no momento pelo preço de R$ 16,90 no Brasil, receberão áudios lossless sem qualquer custo adicional.

12/09/2019 às 11:35
Notícia

Amazon Music agora está disponível no Brasil com os três prim...

Serviço oferece acesso a milhões de músicas sem anúncios

Para quem não conhece, o formato em questão possibilita que os artistas distribuam músicas sem quaisquer perdas de qualidade no processo, devido aos sistemas de compactação de áudio existentes normalmente.

Até então, caso o consumidor brasileiro quisesse aproveitar suas músicas com altíssima fidelidade, as opções mais comuns eram o Deezer Hifi, que cobra R$ 26,90 por mês, e o Tidal, que oferece faixas com atributos técnicos excepcionais, mas pelo valor de R$ 33,80 mensais.

Esse tipo de concorrência sempre traz benefícios a todos os clientes envolvidos, estejam eles onde estiverem nessa batalha por assinantes. Independentemente da sua empresa favorita ou do seu serviço escolhido, atitudes do gênero impulsionam melhorias de preço e/ou qualidade encontradas no mercado

 

19/11/2019 às 16:38
Notícia

Amazon Music já está disponível de graça para Android, iOS e ...

Contudo, há opção paga que oferece mais recursos e remove limitações

A Amazon informou que possui mais de 70 milhões de músicas em alta qualidade, e mais de 7 milhões, número ainda em expansão, de trilhas em UltraHD.

Continua após a publicidade

Já a sua grande concorrente, do lado da maçã, possui planos mensais a partir de R$16,90 também. É esperado que o áudio espacial, em conjunto com a implementação do Dolby Atmos, seja disponibilizado.

O padrão ALAC (Apple Lossless Audio Codec) foi igualmente confirmado. O áudio 3D poderá ser aproveitado pelos donos de AirPods Max, AirPods Pro e Airpods convencionais. Além disso, a titã do mundo tecnológico está realizando parcerias com diversos artistas, para que faixas com Dolby Atmos sejam adotadas e fornecidas o mais rápido possível.

As canções que forem compatíveis com as novas ferramentas serão previamente tabeladas no aplicativo, para facilitar a escolha do usuário. Apesar de muitas das vantagens tecnológicas nas músicas disponíveis no serviço da Apple serem exclusivas dos donos de equipamentos oficiais da marca, como é o caso dos AirPods Max, logo mais irão ofertar qualidade superior também para outros equipamentos, de outras fabricantes.

Resta apenas aguardar o lançamento dessas funções - para podermos testar na prática o desempenho em fones de marcas concorrentes.

Fonte: xda-developers.com
User img

Guilherme Pinheiro

Formado em jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) em 2019. Fã de videogames desde os 6 anos de idade, sendo o seu hobby preferido desde então.

Entenda o Mini LED e Micro LED: TVs com mais contraste, brilho e menos limitações

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.