Tesla não permite mais pagamento com Bitcoins - veja porquê
Créditos: Reprodução/thedriven

Tesla não permite mais pagamento com Bitcoins - veja porquê

Elon Musk fez publicação dizendo que mineração tem um impacto negativo ao meio ambiente

A Tesla anunciou há poucas semanas que começaria a aceitar o pagamento com criptomoedas. Recentemente um comunicado do CEO da empresa, Elon Musk, reverteu a decisão. Segundo publicação do Twitter do empresário, a empresa está "preocupada com o rápido aumento de uso de combustíveis fósseis usados para a mineração e transações de Bitcoin". O uso do sistema vai contra o que a montadora de carros elétricos tem como principal valor. 

Já é de conhecimento que todos os modelos de carros feitos pela Tesla são totalmente elétricos. Ou seja, não usam nenhum tipo de combustível fóssil para fazer os veículos rodar. A mineração de criptomoedas, em contra mão, vem usando muita energia elétrica com combustíveis fósseis para conseguir ser feita.

Um estudo da Center for Alternative Finance, feito em 2020, estimou que a indústria global de mineração usa, em média, 7,46 GW de eletricidade. Para se ter uma noção, a potência da hidroelétrica de Itaipu é de 14 GW. O consumo de energia chega, segundo a análise, em cerca de 63,32 terawatts-hora. 

Outro estudo publicado em julho de 2020, feito pelo Bitooda, informa. “Pela nossa avaliação, a rede Bitcoin pode exceder 260EH / s em Hashrate nos próximos 12-14 meses”, ainda completa dizendo que “Liderados por um modesto aumento na capacidade de potência disponível de 9,6 a 10.6GW e um ciclo de atualização que irá substituir geração mais velha plataformas classe S9 com mais recentes plataformas S17 e da próxima geração de classe S19.”

Continua após a publicidade

09/05/2021 às 12:40
Notícia

Dogecoin despenca após piadas de Elon Musk no SNL; Bitcoin ta...

Após brincadeiras no programa de TV, ativo caiu mais de 30% durante a noite

Como é possível ver, todos os estudos foram publicados meses antes do anúncio da Tesla. A empresa tem como um de seus pilares o zelo pela geração de energia de forma limpa, de modo a agredir o mínimo possível o meio ambiente. Aceitando pagamento com Criptomoedas, que usa declaradamente modos diversos de produção de eletricidade, a empresa estaria incentivando a mineração, de certa forma.

Apesar de afirmar que "A Tesla não irá vender nenhum Bitcoin", a empresa já investiu US$ 1,5 bilhão na compra da criptomoeda no início de 2021. O comunicado diz que sempre que for fazer mineração irá usar energias sustentáveis. Apesar de não citar nenhuma moeda em especial, a empresa de Elon Musk informa que está procurando uma opção que usa energia limpa. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Engadget
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

Vem aí as Smart TVs 4K baratinhas da Amazon! O que esperar? Fire TV OS + Prime Video + Alexa

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.