CEO da Dell diz que escassez mundial de chips ainda vai durar alguns anos
Créditos: Dell

CEO da Dell diz que escassez mundial de chips ainda vai durar alguns anos

Executivo enxerga falta continuando principalmente nos componentes mais baratos

O CEO da Dell tem más notícias para quem aguarda ansioso alguma normalidade retornando ao mercado mundial de semicondutores. Enquanto muitos analistas e representantes da indústria esperam alguma melhora até o fim de 2021, Michael Dell imagina que o problema de escassez de chips que afeta o mundo todo ainda via durar por alguns anos.

Atualmente a indústria da tecnologia enfrenta o problema de escassez dos chips mais básicos para a fabricação de produtos eletrônicos. Como os baixos suprimentos acontecem no início da cadeia de produção, eles têm afetado os produtos mais variados - desde placas gráficas de alta performance, passando por Smart TVs e celulares, até itens menos esperados, como simples roteadores. Os baixos estoques resultam em menos unidades dos produtos no mercado, o que gera uma alta dos preços.


(Reprodução/Shannon Stapleton, para a Reuters)

A escassez de semicondutores tem sido atribuída a uma série de fatores, que contam uma grande alta na demanda pelos produtos aliada à dificuldades na produção para alcançar as expectativas de fabricantes e consumidores. Os dois lados do problema foram agravados nos últimos anos pela pandemia e pelas restrições que os EUA começaram a estabelecer contra empresas chinesas como a Huawei.

As fabricantes têm "corrido atrás" para aumentar sua capacidade de produção de chips, até mesmo para aproveitar essa alta demanda. O aumento do investimento na produção tem ajudado alguns prospectos otimistas de normalização aparecerem, mas Dell acredita que o problema deve continuar principalmente para os semicondutores mais baratos, que são os mais utilizados.

Continua após a publicidade

A Dell sozinha faz uma encomenda anual de chips na ordem dos US$ 70 bilhões para a fabricação de seus produtos.

Fonte: Reuters
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Análise do Samsung GALAXY S21 ULTRA: tela INCRÍVEL e câmeras para TODAS AS SITUAÇÕES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.