YouTube desenvolve chips próprios para transcodificação de vídeos
Créditos: Google/Reprodução

YouTube desenvolve chips próprios para transcodificação de vídeos

Google atualiza arquitetura em busca de melhorar desempenho de processamento de 20 a 33 vezes

Os executivos da Google decidiram encomendar o desenvolvimento de um novo chip (chamado Argos) para transcodificação de vídeos, num processo que ficou como responsabilidade de uma equipe interna do próprio YouTube. Com isso, será possível atualizar a arquitetura dos servidores da plataforma para obter um desempenho de processamento até 20 a 33 vezes superior.

03/05/2021 às 17:29
Notícia

Drone captura vídeo impressionante quase dentro de tornado an...

Imagens foram obtidas por um caçador de tempestades americano, que precisou sair com pressa do local

Esses ASICs (Application-Specific Integrated Circuits) se chamarão de Video (trans)Coding Units (VCUs) e servirão para adaptar para as especificações desejadas cada vídeo que é subido para o YouTube. A partir daí, a expectativa é de que a Google possa atender à enorme demanda dos usuários e entregar conteúdo com uma maior qualidade de imagem.

Para se ter uma ideia do tamanho dessa demanda, são mais de 2 bilhões de usuários que visitam a plataforma todos os meses. São cerca de 500 horas de conteúdo de vídeo que são subidos para o YouTube a cada minuto — o que fez com que o hardware atual não fosse mais suficiente para lidar com tantos dados.

No datacenters, cada um desses VCUs é implementado como uma placa PCIe, que tem dois chips com um grande dissipador de calor para cada um deles. A Google chegou até a divulgar um diagrama de como é o chip Argos por dentro, que você pode conferir na imagem abaixo.


Fonte: Google/Divulgação

O hardware possui dez núcleos para codificação, sendo que cada um deles é capaz de codificar vídeos na resolução 4K (3840 x 2160 pixels) a 60 quadros por segundo em tempo real. E isso tudo usando apenas três quadros como referência.

Essas placas serão conectadas ao sistema de computação da Google, que tem uma escala do tamanho de um armazém. Cada cluster de computador do sistema do YouTube vai abrigar uma seção dedicada para máquinas com VCUs. Com isso, a empresa não vai precisar abrir cada servidor para substituir as placas já existentes.

Continua após a publicidade


Fonte: YouTube/Divulgação

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: TechPowerUp, Cnet, Ars Technica Fonte: YouTube
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Vem aí as Smart TVs 4K baratinhas da Amazon! O que esperar? Fire TV OS + Prime Video + Alexa

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.