Usuários do Galaxy S20 processam Samsung por causa de vidro da câmera quebrando
Créditos: Hagens Berman (imagem do processo)

Usuários do Galaxy S20 processam Samsung por causa de vidro da câmera quebrando

Problema "aleatório" relatado desde o ano passado vira briga na Justiça

Um problema que supostamente está fazendo o vidro protetor por cima das câmeras no Galaxy S20 se quebrar "do nada" agora se tornou um processo contra a Samsung. A firma de advogados Hagens Berman registrou o processo contra a empresa em 27 de abril, em nome de um coletivo de usuários, alegando que o vidro quebra porque o celular teria um defeito que a Samsung já saberia e teria escondido.


Hagens Berman (imagem anexada ao processo)

O problema em questão começou a aparecer na internet em maio do ano passado, com usuários relatando que o vidro sobre suas câmeras estava se quebrando simplesmente "do nada", aparentemente se motivos. Algumas pessoas disseram que estavam usando a câmera enquanto outras relatam que nem tinha o celular em mãos e o vidro apenas rachou. Em alguns casos a rachadura "evolui" até se tornar um verdadeiro buraco.

02/05/2020 às 11:30
Notícia

Usuários do Galaxy S20 Ultra relatam que vidro das câmeras es...

Problema é considerado "dano cosmético", então não é coberto pela garantia

A Samsung não se pronunciou oficialmente sobre o assunto e, sem reconhecer um defeito de fabricação ou anunciar um recall, fica a cargo do dono do celular o reparo - que pode ser um tanto caro. A troca do vidro da câmera pode sair por até US$ 400. Os assinantes do Samsung Care conseguem uma boa economia, mas o procedimento ainda custa consideráveis US$ 100.

Não se sabe ainda quanto esse processo vai custar à Samsung se for decidido em favor da acusação, mas como o esperado, a firma Hagens Berman está pedindo o custo do reparo de cada celular e um valor adicional por "perdas e danos". No momento o processo está aberto só nos EUA, e foi criado até um site para mais pessoas afetadas pelo problema poderem se cadastrar e ajudar a somar mais nomes no processo - além de se tornarem elegíveis para uma compensação.

Fonte: DP Review
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Celular GAMER barato? Testamos o Black Shark 4, o custo-benefício da Xiaomi

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.