Apple contrata cientista de IA que saiu da Google por conflito ético
Créditos: Analytics Insight

Apple contrata cientista de IA que saiu da Google por conflito ético

A briga de Samy Bengio com a Google ficou famosa no final de 2020

A Apple anunciou nessa semana a contratação de Samy Bengio, engenheiro veterano no ramo da Inteligência Artificial (IA). Seria uma contratação normal, se não fosse o histórico de Bengio com a Google, a empresa onde ele trabalhava até abril deste ano, e que decidiu sair por causa de um conflito ético.

O cientista trabalhou na Google por cerca de 14 anos antes de deixar seu emprego por uma decisão moral. Tudo começou depois da polêmica demissão de duas funcionárias também do segmento de IA, que trabalhavam diretamente para Bengio.

Timnit Gebru e Margaret Mitchell foram demitidas pela Google sob acusação de terem cometido atos que "violam seriamente as políticas" da empresa, e por terem causado uma "ruptura inaceitável de um responsabilidade confiada". Mitchell teria transferido arquivos digitais para fora da empresa e Gebru ameaçou se demitir para defender um artigo que havia publicado e estava sofrendo pressão para retratar.

Gebru e Mitchell, no entanto, se defenderam dizendo que na verdade estavam sendo demitidas por terem criticado a empresa e incentivado a organização de funcionários num sindicato.

Bengio ficou do lado de suas funcionárias e se referiu especialmente a Gebru num post no Facebook logo depois de sua demissão. No texto ele se diz atônito com a decisão da Google, e que todo o time teria ficado contrário ao posicionamento da empresa.

Continua após a publicidade

Poucos meses depois do post de Bengio, a Google reorganizou sua divisão de pesquisa IA em fevereiro e colocou Marian Croak na liderança, algo que pareceu diminuir as responsabilidades e alcance de Bengio.

O pesquisador entendeu que era, então, hora de deixar a empresa. Na Apple ele vai trabalhar diretamente com outro ex-Google, o pesquisador John Ginnandrea, que atualmente é vice-presidente de machine learning e estratégia para IA na companhia da maçã. Bengio vai liderar uma nova unidade de pesquisas de IA em seu novo trabalho.

Fonte: Reuters, Engadget
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Celular GAMER barato? Testamos o Black Shark 4, o custo-benefício da Xiaomi

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.