Empresa de Jeff Bezos, Blue Origin protesta contrato da NASA com a SpaceX
Créditos: Blue Origin/Reprodução

Empresa de Jeff Bezos, Blue Origin protesta contrato da NASA com a SpaceX

CEO da companhia disse que processo de seleção foi "fundamentalmente injusto"

A empresa privada de transporte espacial fundada por Jeff BezosBlue Origin, está protestando o contrato de US$ 2,9 bilhões firmado entre NASA e SpaceX para a missão Artemis. O CEO da Blue Origin, Bob Smith, chamou a decisão da agência espacial dos EUA de "falha" e de "fundamentalmente injusta".

23/04/2021 às 17:20
Notícia

Elon Musk descobre que pode ser generoso e doa cerca de US$ ...

O fundador da Tesla também irá doar US$ 100 milhões ao prêmio sobre mudança climática XPRIZE

Tanto a empresa de Jeff Bezos quanto a companhia de Elon Musk participaram da mesma concorrência para fornecer o módulo lunar que será usado na próxima missão que enviará humanos para a Lua até 2024. A NASA financiou o desenvolvimento de três protótipos de módulos diferentes, incluindo modelos da Blue Origin e da SpaceX, e então se esperava que ela escolheria as duas melhores opções.

Só que, no final das contas, a agência espacial estadunidense acabou escolhendo apenas a Starship da empresa de Elon Musk. O motivo para isso, segundo representantes da agência, seria o orçamento limitado aprovado pelo Congresso dos EUA.

O problema é que o pessoal da Blue Origin não concordou com a escolha e registrou um gigantesco documento de protesto no Government Accountability Office, órgão que é similar ao nosso Tribunal de Contas da União (TCU). O arquivo de protesto tem 175 páginas e foi enviado apenas duas semanas depois da NASA anunciar a escolha da SpaceX.

Continua após a publicidade

De acordo com o Bob Smith, o CEO da Blue Origin, a NASA julgou de maneira incorreta várias partes da proposta da Blue Moon. Esse, aliás, é o nome do módulo lunar desenvolvido pela empresa de Jeff Bezos em conjunto com colaboradores frequentes da NASA e do Departamento de Defensa dos EUANorthrop Grumman, Lockheed Martin e Draper.

Quando a NASA anunciou a vitória da SpaceX, o porta-voz da agência citou o relativo baixo custo do projeto da empresa e a sua capacidade de carregar uma maior quantidade de carga como os principais motivos.

Os representantes da NASA não responderam a pedidos de comentários sobre o assunto. O CEO da SpaceX, Elon Musk, respondeu ao protesto de um jeito um tanto infantil, ao tuitar (tradução livre): "Não consegue subir (em órbita) lol".

Via: The Verge, Engadget
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.