Disney trabalha em robô para trazer personagens como Groot para o mundo real
Créditos: Disney

Disney trabalha em robô para trazer personagens como Groot para o mundo real

Project Kiwi já caminha sozinho, mas ainda precisa de um bom tempo para enfrentar crianças

O time de engenheiros da Disney na sua subsidiária Imagineering está trabalhando num novo robô que pode se tornar a alegria da criançada nos parques Disney World quando estiver pronto. Como a tecnologia ainda está em desenvolvimento, a iniciativa se chama Projeto Kiwi, e você confere no vídeo abaixo como anda a criação do robô. Ou melhor, como anda o próprio robô, literalmente.

Assistindo ao vídeo fica claro de onde vem o nome de Kiwi para o projeto. Não se trata da fruta, mas de um pequeno pássaro da Nova Zelândia que parece não ter braços ou asas - assim como o robô que aparece no vídeo com apenas suas duas pernas.

Mas, para mostrar o potencial do Projeto Kiwi, o vídeo mostra como ele poderia ser usado para criar um jovem Groot em tamanho real. A ideia é justamente essa, trazendo esses mascotes de uma infinidade de filmes da Disney para o nosso mundo de forma realista. Até para um adulto o realismo de ver um personagem em seu tamanho e proporções adequadas já é impressionante, mas para uma criança no Disney World ele pode se tornar perfeito.

Os planos incluem tecnologia de ponta para o pequeno Kiwi, incluindo sensores e câmeras para que ele possa interpretar o mundo ao seu redor e, mais importante, interagir com ele. Ele usa uma estrutura oca que permite a passagem de ar para ajudar a manter seus motores e circuitos resfriados enquanto trabalha.


(Reprodução/Disney)

Mesmo mostrando o Kiwi interpretando um Groot no final do vídeo, o projeto ainda está um tanto distante de realmente chegar aos parques. A equipe da Imagineering diz que ainda é necessário muito desenvolvimento antes do robô interagir com pessoas, ainda mais crianças.

Pra começar, a bateria tem uma duração bem distante do ideal. São apenas 45 minutos de autonomia no momento. Além disso, os responsáveis pelo projeto querem preparar o Kiwi para "interações repentinas", afinal, o robô estará interagindo com crianças. Um abraço repentino ou qualquer imprevisto poderia derrubar o boneco se ele não contar com sensores para se preparar pra isso - como fazem os robôs da Boston Dynamics, por exemplo.

Fonte: Engadget
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Huawei Band 6: unboxing e breve comparativo com a Honor Band 6

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.