Novas regras que permitem que drones sobrevoem pessoas nos EUA entram em vigor
Créditos: Reprodução/The Verge

Novas regras que permitem que drones sobrevoem pessoas nos EUA entram em vigor

Elas se aplicam especificamente a pequenos drones

De acordo com a Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos, as novas regras anunciadas em dezembro que permitem que pequenos drones sobrevoem pessoas e voem durante a noite entraram em vigor na última quarta-feira, dia 21 de abril. Este é um passo importante em direção ao eventual uso mais amplo de drones para entregas comerciais no país.

22/04/2021 às 19:35
Vídeo

DJI Air 2S - Unboxing e primeiro voo com MasterShot em Floripa

A análise completa em vídeo e texto será lançada nos próximos dias

Com as novas regras, os pequenos drones podem sobrevoar pessoas e voar durante a noite desde que eles estejam equipados com luzes para evitar colisões. A FAA também disse que suas aguardadas regras para os drones, também conhecidos como veículos aéreos não tripulados, abordarão certas questões de segurança, exigindo tecnologia de identificação remota na maioria dos casos para permitir sua identificação a partir do solo.

Antes da entrada em vigor das novas regras, os pequenos drones só eram autorizados a sobrevoar pessoas diretamente ligadas às suas operações, localizadas sob uma estrutura coberta, ou dentro de um veículo parado.

"As novas regras são um importante primeiro passo para gerenciar com segurança o uso crescente de drones em nosso espaço aéreo, embora ainda haja mais trabalho na jornada para a integração completa dos Sistemas de Aeronaves Não Tripuladas (UAS). O departamento espera trabalhar com as partes interessadas para garantir que nossas políticas para UAS acompanhem a inovação, garantam a segurança e a segurança de nossas comunidades e promovam a competitividade econômica do nosso país".
-- Pete Buttigieg, Secretário de Transportes dos Estados Unidos

Novas regras que permitem que drones sobrevoem pessoas nos EUA entram em vigor
Reprodução/Bob Strong/Reuters

As empresas fabricantes de drones agora terão 18 meses para iniciar a produção de drones equipados com Remote ID e os operadores de drones terão um ano adicional antes que a conformidade com esta regra seja obrigatória. Atualmente diversas empresas vêm trabalhando na criação de frotas de drones para agilizar entregas. Até dezembro passado os Estados Unidos já tinham mais de 1,7 milhão de drones registrados e 203.000 pilotos certificados pela FAA.

Steve Dickson, administrador da FAA, disse que "os drones podem fornecer benefícios praticamente ilimitados, e essas novas regras garantirão que essas operações importantes possam crescer com segurança". Ele também disse que a FAA continuará trabalhando em colaboração com o Departamento de Transporte e outras partes interessadas de toda a comunidade de drones.

REMOTE ID nos EUA - Veja o que mudou
na legislação para drones

As novas regras que entraram em vigor nesta semana trazem algumas mudanças em relação às regras propostas em 2019. Uma destas mudanças é que os drones agora não precisam estar conectados à internet para transmitir dados de localização, mas exigem que eles transmitam mensagens remotas de identificação via transmissão de radiofrequência. Outra mudança é que os pequenos drones agora não devem ter peças rotativas expostas que poderiam causar danos à pele humana.

Fonte: DroneXL, Reuters
User img

Fabio Rosolen

Celular GAMER barato? Testamos o Black Shark 4, o custo-benefício da Xiaomi

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.